Suspeito de matar comerciante chinês é preso na Baixada

Homem foi preso no bairro Parque Beira-Mar, em Duque de Caxias

Por O Dia

Woang Jinhong foi morto em Duque de Caxias
Woang Jinhong foi morto em Duque de Caxias -

Rio - Um suspeito de envolvimento na morte do comerciante chinês Wang Jinhong, de 63 anos, foi preso, na noite desta segunda-feira, por policiais militares do 15º BPM (Duque de Caxias) após uma denúncia de que o homem estaria em uma casa no bairro Parque Beira-Mar, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Ele foi encontrado pela equipe no local e foi conduzido para a Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF).

O crime contra o chinês aconteceu na Rua Xavier Pinheiro, esquina com a Rua Silva Fernandes, no bairro Parque Beira Mar. Dois disparos atingiram o Chevrolet S10 preta, uma na janela do lado do motorista e outro atingiu o para-brisa. O chinês chegou a ser socorrido no Hospital Moacyr do Carmo, mas não resistiu ao ferimento.

O DIA teve acesso às imagens. Às 19h38 de domingo, um carro que seria um Sedan Preto está à frente do carro do empresário. Em seguida, dois homens descem e vão até o lado do motorista e atiram uma vez. Na fuga, um novo disparo é feito e atinge o para-brisa do carro de Wang. O chinês foi atingido na cabeça.

Execução é a principal linha de investigação da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) no caso do empresário. Em nenhum momento existe o entendimento de que Jinhong tenha sofrido uma tentativa de assalto. Isso é o que diz um dos investigadores que está no caso. No entanto, segundo o delegado Daniel Rosa, titular da DHBF, "nenhuma hipótese está sendo descartada".

"Sentimos muito por essa barbaridade cometida contra esse senhor chinês. Estamos empenhados para solucionar esse crime bárbaro. Quem tiver qualquer informação pode ligar para o Disque-Denúncia (21 2253.1177) ou procurar a DHBF", disse.

Últimas de Rio de Janeiro