Tiros e pânico fecham a Brasil 2 vezes em um dia

Quatro vereadores fiscalizavam obras na via e ficaram no meio do fogo cruzado

Por

Tiroteio deixou dois policiais militares feridos e interditou Avenida Brasil por 25 minutos em Bonsucesso -

Duas interdições e um motivo: tiroteio. A Avenida Brasil teve que ser fechada ao tráfego nos turnos da manhã e da tarde, por causa de confrontos entre bandidos e policiais militares.

Na primeira delas, pela manhã, dois policiais ficaram feridos ao impedir um roubo de carga, na altura de Ramos. No final da tarde, a via voltou a ser interditada, desta vez em Deodoro, depois que bandidos atiraram contra tropas do Exército que patrulhavam a região.

O tiroteio da manhã pegou de surpresa um grupo de vereadores que fiscalizava obras na Avenida Brasil. Eles disseram que ficaram no meio do fogo cruzado. "Tiroteio na Avenida Brasil a essa hora é muito preocupante. Infelizmente foram dois policias feridos, mas poderia ser mais gente", lamentou o vereador Fernando William (PDT). Rosa Fernandes (MDB) elogiou a ação da Polícia Rodoviária Federal e da PM.

"Estava passando na hora do tiroteio e pude ver o quanto eles arriscam suas vidas por nós! Foi um susto grande, mas fica aqui o meu respeito a todos vocês, especialmente os que foram feridos no local. Deus proteja vocês", escreveu ela no Facebook. "Pelo que soubemos houve um assalto e a polícia chegou atirando contra a comunidade. Não há o menor cuidado se vão atingir inocentes e hoje poderia ter sido conosco", disse a vereadora Teresa Bergher (PSDB), via assessoria de imprensa. Ainda de acordo com a assessoria da vereadora, o grupo se escondeu em biroscas da região para se proteger dos tiros. Eles conseguiram correr até o carro que os acompanhava e escaparam por uma via da Maré. Nenhum parlamentar ficou ferido.

Segundo a PM, policiais do 22º BPM (Maré), estavam em patrulhamento quando, na altura do Viaduto Brigadeiro Trompowsky, Ilha do Governador, perceberam que um caminhão estava sendo roubado. Houve intenso confronto com criminosos. Os dois policiais feridos foram levados para o Hospital Federal de Bonsucesso. De acordo com a unidade hospitalar, um policial de 48 anos, deu entrada com ferimento na perna esquerda e passou por cirurgia. Um outro agente, de 39 anos, foi atingido com estilhaços no rosto. Ele recebeu atendimento e foi liberado. Na ocorrência, um homem não identificado foi preso com um fuzil e uma granada.

 

Comentários

Últimas de Rio de Janeiro