Centro de Reabilitação referência do Rio corre o risco de fechar após crise financeira

Uma manifestação pacífica está marcada para esta quarta-feira na unidade

Por Natasha Amaral*

 Instituição divulgou um cartaz denunciando uma dívida da prefeitura com a ABBR de R$ 4,6 milhões
Instituição divulgou um cartaz denunciando uma dívida da prefeitura com a ABBR de R$ 4,6 milhões -

Rio - A Associação Brasileira Beneficente de Reabilitação (ABBR) – referência para área no Rio –  corre risco de interromper os atendimentos. A instituição, que atende cerca de mil pessoas por mês, divulgou um cartaz onde denuncia uma dívida da prefeitura com a ABBR de R$ 4,6 milhões. Uma manifestação pacífica está marcada para esta quarta-feira na unidade.

A ABBR, que não tem fins lucrativos, é condicionada a ofertar 60% dos seus serviços ao Sistema Único Saúde (SUS). A crise financeira se agravou ao longos dos anos, uma vez que o Ministério da Saúde do Rio não revisou a tabela dos serviços prestados e também não repassou a verba do SUS por serviços prestados em 2017.

"Sou paciente assistido e soube das sérias dificuldades da ABBR. Com a ameaça de fechar, muitos adultos e crianças vão se prejudicar. Com isso, funcionários farão uma manifestação pacífica nesta quarta", informou um paciente.

Sem o repasse do dinheiro, a instituição não consegue arcar com os salários atrasados, além das dívidas fiscais como imposto de renda, INSS, FGTS.

O DIA tentou contato com a assessoria da instituição, mas ninguém foi encontrado. O espaço está aberto para manifestação.

*Estagiária sob supervisão de Thiago Antunes

Últimas de Rio de Janeiro