Pai de bebê é preso por inventar tentativa de sequestro do filho

Polícia Civil investigou o caso e descobriu que tudo não passava de uma mentira. Vídeo viralizou como se fosse real

Por O Dia

Pai inventou que tinha sofrido uma tentativa de sequestro do filho em Queimados, na Baixada
Pai inventou que tinha sofrido uma tentativa de sequestro do filho em Queimados, na Baixada -

Rio - Um homem foi preso após fazer um vídeo que viralizou nas redes sociais narrando a tentativa de sequestro do filho em Mesquita, na Baixada Fluminense. Entretanto, após a 53ª DP (Mesquita) investigar o caso, registrado pelo próprio pai na delegacia, foi constatado pela polícia que tudo não passava de uma mentira e ele acabou preso.

No vídeo compartilhado nas redes sociais, ele narra, com a criança no colo, que tinham tentado levar o seu filho. "Vocês ficam na atividade com criança no meio da rua (sic), cuidado. O negócio é sério, acabei de sofrer um atentado, minha camisa toda rasgada, meu braço todo rasgado (sic)", fala, enquanto é filmado por outro homem, em frente à delegacia de Mesquita.

Após o registro, os policiais começaram a apurar o caso e, conforme perguntavam sobre os detalhes, o homem se contradizia nos relatos. Depois dos agentes constatarem a falta de veracidade da denúncia, o homem, não identificado, acabou confessando crime e foi preso. A motivação seria fugir da responsabilidade de cuidar da criança, pois acreditava que a mãe do menino não deixaria mais o filho com ele após o caso. 

Em um outro vídeo, dentro da delegacia, ele pediu desculpas: "Meu filho não foi sequestrado. Eu tive uma briga com minha ex-mulher, que puxou minha camisa e me arranhou. Peço desculpas, foi uma farsa, uma mentira", disse, colocando a culpa no homem que fez as imagens.  

As imagens foram compartilhadas nas redes sociais e através do WhatsApp, causando pânico em moradores com filhos na cidade. O pai da criança vai responder por falsa comunicação de crime e o caso vai ser encaminhado para o Juizado Especial Criminal (Jecrim).

Últimas de Rio de Janeiro