Crivella quer garantir o Maracanã na Copa América

Juiz determinou, na semana passada, que o Governo do Estado volte a administrar o complexo esportivo

Por O Dia

Gramado do Maracanã estará pronto para Flamengo x Palmeiras -

Rio - O prefeito Marcelo Crivella quer o Maracanã como uma das sedes da Copa América de futebol, em junho de 2019. Menos de 24 horas depois de a Conmebol anunciar que o estádio vai abrigar a final do torneio continental, Crivella se reuniu nesta quarta-feira com o presidente da Federação de Futebol do Rio (Ferj), Rubens Lopes, para demonstrar total apoio na luta para resolver as questões jurídicas em torno do Maracanã.

"Estamos preocupados porque se aventou uma hipótese de a Copa América não ocorrer no Maracanã. Seria uma tragédia para o Rio. Nós precisamos muito de grandes eventos aqui. Até porque, com muito sacrifício, fizemos a reforma do Maracanã e (construímos) o Parque Olímpico", afirmou o prefeito, que se colocou à disposição para, junto com Rubens Lopes, conversar com Governo do Estado, CBF e Poder Judiciário em busca de uma solução para o impasse sobre o Maracanã.

Na semana passada, o juiz Marcello Alvarenga Leite, da 9ª Vara de Fazenda Pública, anulou o contrato de concessão do estádio à iniciativa privada. Ele determinou que o Governo do Estado volte a administrar o complexo esportivo, que inclui ainda o Maracanãzinho, o estádio de atletismo Célio de Barros e o Parque Aquático Julio de Lamare. Segundo Rubens Lopes, essa decisão quase fez a Conmebol excluir o Maracanã da lista das sedes da Copa América.

Últimas de Rio de Janeiro