Milhares de crianças vão conhecer, de graça, museus do Rio

Projeto levará 3.500 estudantes da rede pública a sete desses espaços

Por Gabriel Torres *

Museu do Amanhã vai sediar parte do evento
Museu do Amanhã vai sediar parte do evento -

Rio - Muitos cariocas se sentiram órfãos após o incêndio do Museu Nacional, no dia 2 de setembro. Porém, existem diversas opções acessíveis para o morador do Rio de Janeiro se divertir e aprender. É nesse cenário que o projeto Experimente Cultura será lançado nesta segunda-feira.

A iniciativa levará gratuitamente (com direito a transporte e alimentação), pelos próximos dois meses, 3.500 crianças e jovens estudantes da rede pública de ensino a sete museus cariocas. Todas as visitas serão guiadas e terão supervisão pedagógica em sinergia com os temas abordados nas salas de aula.

O primeiro local a ser visitado será o Museu do Meio Ambiente, no Jardim Botânico, Zona Sul. Os alunos visitarão também outros seis equipamentos: Museu Histórico da Cidade, Museu Histórico Nacional, Museu Nacional de Belas Artes, Museu de Arte do Rio, Museu do Amanhã e Planetário.

"O objetivo é ampliar o projeto em 2019 e incluirmos um número maior de museus, podendo atender a um número ainda maior de crianças. Para isso, seguimos tentando sensibilizar mais patrocinadores. Temos boas chances, inclusive pelo fato de o projeto já estar aprovado pela Lei de Incentivo à Cultura Municipal", disse a curadora do projeto, Renata Prado.

Segundo ela, qualquer escola interessada pode se inscrever através do site experimentecultura.com.br.

"Esta primeira edição do projeto tem foco na rede municipal de ensino e em escolas e instituições que atuam na educação e reabilitação de crianças com deficiência. No entanto, não existe restrição para as inscrições", disse.

Museu Nacional na lista

O Museu Nacional estava no roteiro antes do incêndio. Renata contou que era o Museu mais procurado para o projeto. "Tínhamos mais de mil crianças agendadas para visitá-lo. Foi um momento muito difícil para todos nós", lamentou a curadora.

Rossana Lourenço, coordenadora pedagógica do Experimente Cultura, disse que o objetivo do projeto é desmistificar que museus são inacessíveis ao público. Cultura é de todos para todos aproveitarem.

"Nossa intenção é democratizar e facilitar o acesso, de preferência, daqueles que nunca tiveram oportunidade de ir a um museu. Seja por acharem que não terão condições financeiras ou até por desconhecimento. Sem cultura, a educação não faz sentido", afirmou.

(* Do Meia Hora)

Últimas de Rio de Janeiro