Administradora do grupo 'Mulheres Contra Bolsonaro' é agredida no Rio

Maria Tuca foi atendida no Hospital Municipal Evandro Freire, na Ilha do Governador, Zona Norte do Rio

Por O Dia

Vítima foi agredida na porta de casa e prestou depoimento na 37ª DP
Vítima foi agredida na porta de casa e prestou depoimento na 37ª DP -

Rio - Uma das administradoras do grupo “Mulheres Contra Bolsonaro”, Maria Tuca Santiago, foi agredida por três homens armados em um táxi, na noite desta segunda-feira. Ela coordena a campanha do candidato a deputado estadual Sérgio Ricardo Verde pelo Psol, que relatou o ocorrido em seu perfil nas redes sociais.

De acordo com o candidato, Maria Tuca foi atendida no Hospital Municipal Evandro Freire, na Ilha do Governador, Zona Norte do Rio  e, em seguida, os dois foram à 37ª DP (Ilha do Governador), onde registraram o boletim de ocorrência. "Apesar de tudo, ela passa bem", escreveu. 

Neste mês, o grupo administrado por Maria Tuca, que reúne 3 milhões de mulheres articuladas para barrar a candidatura do presidenciável do PSL, sofreu ataques de hackers e chegou a sair do ar. A comunidade virtual foi invadida e teve o nome e a capa trocadas em favor do candidato. As administradoras do grupo também foram alvo de ataques. Elas tiveram suas linhas telefônicas interrompidas e suspeitam que estejam grampeadas.

Em nota, o Psol repudiou a agressão e exigiu que das autoridades apuração e punição imediata contra os autores do ato. "Temos certeza de que as mulheres não se intimidarão com mais agressão e farão do dia 29 um marco histórico contra o machismo e a intolerância", finalizou o partido, referindo-se ao protesto contra o candidato à presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL), marcado para este sábado em diversas cidades do Brasil. 

A Polícia Civil investigará a agressão, porém, ainda não é possível afirmar que o crime tenha alguma motivação política.

 

 

Galeria de Fotos

Vítima foi agredida na porta de casa e prestou depoimento na 37ª DP Fabio Motta / Estadão
Maria Tuca Santiago Reprodução Internet

Últimas de Rio de Janeiro