Paraguai autoriza extradição do traficante Marcelo Piloto

Decisão da Justiça foi tomada após tentativas de resgate do traficante

Por O Dia

O traficante Marcelo Piloto foi expulso do Paraguai na última segunda-feira
O traficante Marcelo Piloto foi expulso do Paraguai na última segunda-feira -

Rio - A Justiça do Paraguai autorizou a extradição do narcotraficante brasileiro Marcelo Pinheiro Veiga, o Marcelo Piloto, preso desde dezembro do ano passado no país vizinho. De acordo com informações do jornal paraguaio La Nacion, a decisão foi tomada pela juíza Alicia Pedrozo, na noite de sexta-feira, após diversas tentativas de resgate do chefão do Comando Vermelho (CV).

A extradição de Piloto, no entanto, só ocorrerá após a conclusão de dois processos que ele responde no Paraguai, um por homicídio e outro por falsificação de documentos. Piloto é condenado a 26 anos de prisão no Brasil. Ele tem um extenso cadastro criminal, que inclui crimes de homicídio, tráfico e associação por tráfico e roubos.

Ainda segundo o La Nacion, desde dezembro, pelo menos seis tentativas de resgate assombraram as policias do Brasil e do Paraguai. A mais recente foi desarticulada na semana passada, quando três supostos integrantes do CV, que planejavam resgatar o traficante, foram mortos.

Comentários

Últimas de Rio de Janeiro