Grupo é detido por colocar faixa contra Bolsonaro na Lapa

Nos Arcos da Lapa, eles fixaram um cartaz de 17 metros que estampava as frases "Jesus foi vítima de tortura. Democracia sim. Bolsonaro não"

Por O Dia

Cartaz fixado nos Arcos da Lapa, no Centro do Rio
Cartaz fixado nos Arcos da Lapa, no Centro do Rio -

Rio - Um grupo de suspeitos foi conduzido por agentes do Centro Presente para a 5ª DP (Mem de Sá), na madrugada deste sábado, após terem colocado uma faixa contra o candidato do PSL a presidente, Jair Bolsonaro, em um monumento público no Centro do Rio. Nos Arcos da Lapa, o grupo fixou o cartaz de 17 metros que estampava as frases "Jesus foi vítima de tortura. Democracia sim. Bolsonaro não". Os suspeitos fazem parte do Coletivo Cristão: O Amor Vence o Ódio, composto por evangélicos e católicos anti-fascistas de todo país.

De acordo com policiais civis da 5ª DP, a faixa logo foi retirada pelos agentes do Centro Presente ainda na madrugada deste sábado. Os suspeitos foram liberados após apreciação do fato pelo delegado de plantão. Ainda segundo a nota, ninguém foi autuado.

Vale lembrar que não é permitida a colocação de materiais de qualquer natureza com propagandas eleitorais em monumentos públicos.

Últimas de Rio de Janeiro