Por ESTADÃO CONTEÚDO

São Paulo - O vice-presidente do conselho de administração da Cyrela Brazil Realty, Rogério Jonas Zylbersztajn, faleceu na noite deste sábado, no Rio. A informação foi confirmada ao Estadão por pessoas próximas do executivo. Nenhum porta-voz da Cyrela foi encontrado nesta manhã para comentar o caso.

O executivo caiu do prédio onde morava, e as circunstâncias ainda estão sendo apuradas. Seu corpo será enterrado na tarde deste domingo no Cemitério Israelita de Vila Rosali.

Zylbersztajn também ocupava os cargos de diretor vice-presidente da incorporadora; sócio-diretor da RJZ Engenharia, parceira da Cyrela no Rio; e vice-presidente da Associação de Dirigentes do Mercado Imobiliário do Rio de Janeiro (Ademi-RJ) e do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado do Rio de Janeiro (Sinduscon-Rio).

Com graduação em engenharia e muitos anos de atuação no mercado imobiliário, Zylbersztajn recebeu o título de empresário do ano em 2001, concedido pela Ademi-RJ, e de Cidadão Benemérito, em 2004, pela Câmara Municipal do Rio de Janeiro, entre outras honrarias.

Nos últimos dias, ele participou do mais recente projeto lançado pela Cyrela no Rio, feito em parceria com o escritório de arquitetura e design britânico Yoo Studio.

Zylbersztajn foi um dos idealizadores do Memorial do Holocausto, projeto que já recebeu autorização da Prefeitura do Rio para ser implantado no Morro do Pasmado, em Botafogo, na Zona Sul. Amigos da comunidade judaica lembraram que o executivo também era um ativista comunitário e adepto à filantropia, como apoiador de causas na área da educação e igualdade social.

A Cyrela informou, em nota, que lamenta profundamente o falecimento de Rogério Jonas Zylbersztajn, e se solidariza com todos os familiares, amigos e colaboradores nesse momento de tristeza.

A companhia lembra que Zylbersztajn foi o fundador da RJZ Engenharia e teve importante atuação no desenvolvimento do mercado imobiliário na cidade do Rio de Janeiro e em iniciativas filantrópicas junto à comunidade judaica e organizações sociais.

Você pode gostar