Polícia identifica suspeito de agressão e homofobia dentro de colégio no Méier

A identidade do agressor, que também é aluno da unidade, não foi revelada para não atrapalhar as investigações. Jovem agredido levou oito pontos após levar uma paulada na cabeça e junto com o amigo foi atingido por socos

Por O Dia

Estudante foi agredido a pauladas em colégio do Méier
Estudante foi agredido a pauladas em colégio do Méier -

Rio - Policiais da 23ª DP (Méier) identificaram o suspeito de agredir a pauladas por homofobia um estudante do Colégio Estadual Visconde de Cairu, no Méier, na Zona Norte do Rio. A identidade do agressor, que também é aluno da unidade, não foi revelada para não atrapalhar as investigações. 

De acordo com a delegacia, diligências estão em andamento para fechar as investigações. Segundo relato de H., o agressor era desconhecido por ele e seus colegas na escola. O estudante relatou que foi ameaçado junto com o amigo J. E disse que, após a ameaça, o agressor o surpreendeu com um pedaço de madeira. Acabou agredido na cabeça e precisou levar oito pontos.

"A agressão continuou com socos e pontapés. Quando ele viu que eu caí, começou a bater no meu amigo, que tomou madeiradas e socos no rosto", continuou H. O criminoso conseguiu fugir com a ajuda de comparsas. Em nota, a Secretaria Estadual de Educação se limitou a dizer que "os alunos envolvidos no episódio são maiores de idade."

 

Galeria de Fotos

Estudante foi agredido a pauladas em colégio do Méier Reprodução/ Facebook
Agressor teria entrado com pedaço de madeira na escola Reprodução/ Facebook

Últimas de Rio de Janeiro