Vereador de Miracema é preso suspeito de praticar 'saidinha de banco'

Guillerni Ribeiro Camargo, o Guigui, teria roubado R$ 77 mil de um empresário do ramo de medicamentos, em dezembro de 2017

Por O Dia

Guillerni Ribeiro Camargo, o Guigui
Guillerni Ribeiro Camargo, o Guigui -

Rio - O vereador do município de Miracema, no Noroeste Fluminense, Guillerni Ribeiro Camargo (MDB), o Guigui, de 43 anos, foi preso nesta quarta-feira, durante uma operação das policiais civis e militares e agentes do Ministério Público. Ele é suspeito de ter praticado uma "saidinha de banco", em dezembro de 2017, quando teria roubado R$ 77 mil. O político também foi preso por porte ilegal de munição de arma de fogo de calibre restrito e permitido.

O vereador tinha um mandado de prisão em aberto por roubo qualificado por uso de arma de fogo. Ele já possui passagem na polícia por tráfico de drogas e está sendo investigado em outros casos de assalto na cidade.

A vítima do roubo em 2017, um empresário do ramo de medicamentos, disse que o crime aconteceu após deixar o banco, quando sacou a quantia para pagar os funcionários da sua empresa.

Material encontrado com o vereador - Divulgação / Polícia Civil

Galeria de Fotos

Guillerni Ribeiro Camargo, o Guigui Divulgação / Câmara Municipal de Miracema
Material encontrado com o vereador Divulgação / Polícia Civil

Últimas de Rio de Janeiro