Mais Lidas

UPP Manguinhos é atacada a tiros e morador de 17 anos morre baleado na cabeça

Um suspeito também morreu no confronto e três PMs ficaram feridos. Policiamento foi reforçado na região pela Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP)

Por RAFAEL NASCIMENTO

Rio - Criminosos atacaram a tiros a base da Unidade de Polícia Pacificadora de Manguinhos, na Zona Norte do Rio, na noite deste domingo. Um adolescente de 17 anos foi baleado na cabeça durante o confronto e morreu no local. De acordo com a população local, ele é morador da região e estava bebendo com amigos no momento em que foi atingido. No entanto, a PM não confirmou se ele é mesmo um morador e informa que a vítima chegou a ser socorrida para Hospital Geral de Bonsucesso, onde não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo. 

Durante todo o dia, a reportagem tentou contato com o delegado Giniton Lages, chefe da Delegacia de Homicídios (DH) da Capital para saber mais detalhes da investigação, se o órgão já fez perícia no local e se parentes e amigos da vítima foram ouvidos na unidade policial. Lages não atendeu as ligações e não respondeu as mensagens enviadas. A reportagem também tenta desde o começo na manhã, sem sucesso, o nome da vítima junto a Polícia Militar e a Polícia Civil. A corporação e a instituição não responderam.

 

Três PMs também ficaram feridos na ação. Eles foram socorridos para o Hospital Geral de Bonsucesso e posteriormente para o Hospital Central da Polícia Militar (HCPM), onde foram atendidos e liberados horas depois. Um suspeito, identificado como Marcelo dos Santos, de 31 anos, também ficou ferido. De acordo com o delegado Flavio Almeida Narcizo, titular da 21ª DP (Bonsucesso), o suspeito que deu entrada, baleado na cabeça, no Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier. Contra o homem há um mandado de prisão pedente expedido pela 31ª vara Criminal da Capital. O delegado avaliará se deve transferir para a Delegacia de Homicídios (DH) da Capital o caso.

Já o Hospital Salgado Filho disse que, Marcelo está passando por avaliação médica para saber se há necessidade de cirurgia. O homem está entubado e seu estado de saúde é estável. Por fim, a unidade médica disse que o homem está sob custódia policial. 

Segundo as informações da Polícia Militar, a unidade foi atacada a tiros por criminosos. A PM revidou e houve um intenso confronto na região. O policiamento foi reforçado na região pela Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP) e pela equipe da UPP Manguinhos.  

No twitter, a corporação informou que houve intenso confronto entre policiais e criminosos e que o policiamento foi reforçado na região em apoio aos PMs da unidade. Na mesma postagem, a PM pede atenção na região.

A ocorrência foi registrada na 21ª DP (Bonsucesso).

 

 

 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia