Mulher morta pelo ex-marido é enterrada no Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap

Vanclécio Cordeiro deu uma facada no pescoço de Fernanda Siqueira, em Vicente de Carvalho, no último domingo

Por RAFAEL NASCIMENTO

Rio de Janeiro, 20/11/2018 - Enterro da nutricionista Fernanda de Souza Siqueira, de 29 anos, assassinada pelo ex-marido Vanclecio Cordeiro Pereira, de 28, na noite do último domingo, em Vicfente de Carvalho, na Zona Norte do Rio. Cerca de 300 pessoas acompanharam o sepultamento que aconteceu no Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap. . Foto: Luciano Belford/Agência O Dia
Rio de Janeiro, 20/11/2018 - Enterro da nutricionista Fernanda de Souza Siqueira, de 29 anos, assassinada pelo ex-marido Vanclecio Cordeiro Pereira, de 28, na noite do último domingo, em Vicfente de Carvalho, na Zona Norte do Rio. Cerca de 300 pessoas acompanharam o sepultamento que aconteceu no Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap. . Foto: Luciano Belford/Agência O Dia -

Rio - Fernanda de Souza Siqueira, de 29 anos, foi enterrada sob forte comoção e debaixo de chuva no Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, Zona Oeste do Rio, na manhã desta terça-feira. Cerca de 300 pessoas, entre amigos e familiares, acompanharam o cortejo.

A nutricionista morreu após levar uma facada no pescoço do ex-marido, Vanclécio Cordeiro Pereira, 28, no último domingo, em Vicente de Carvalho. O ex-marido de Fernanda foi preso nesta terça-feira por Orlando Nunes, 42, primo da vítima, que o encontrou quando estava indo para o enterro.

Suspeito de encontrar ex-mulher a facadas é preso pela família da vítima

Vanclécio Cordeiro foi preso por familiares da vítima, que acionaram a polícia - Reprodução

"Eu, meu irmão e meu filho estávamos passando pela Rua Guirareia quando o avistamos. Gritei o nome dele e ele correu. Fomos atrás de Vanclécio por várias ruas. Em um determinado momento, ele entrou em uma rua sem saída. Começamos a procurá-lo e o encontramos embaixo de um carro. Ele não ofereceu resistência". 

Segundo Orlando, Vanclécio perguntou pelo estado de saúde de Fernanda e aparentou não saber que ela havia morrido. "Ele perguntou como ela estava e disse que não sabia da morte da minha prima. Ele também falou que não queria ter feito aquilo com ela", contou. 

"É um alívio e um alento saber que eles está preso e vai responder pelo que fez. Mas é triste saber que enterramos nossa prima e nada vai trazê-la de volta". 

Jane de Souza, 59, estava com a sobrinha no momento do crime e prestou depoimento na Delegacia de Homicídios (DH) da Capital nesta terça-feira. "Estamos todos muito abatidos. Espero que a Justiça faça algo. Fernanda era meiga, carinhosa e sempre ajudou a todos. Uma parte de mim foi embora. Ela era como uma filha para mim. A mãe dela está arrasada", lamentou a assistente de documentação.

Rio de Janeiro, 20/11/2018 - Na foto, Walter Siqueira, pai da nutricionista Fernanda de Souza Siqueira, da o último adeus a filha, assassinada pelo ex-marido Vanclecio Cordeiro Pereira, de 28, na noite do último domingo, em Vicfente de Carvalho, na Zona Norte do Rio. Cerca de 300 pessoas acompanharam o sepultamento que aconteceu no Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap. . Foto: Luciano Belford/Agência O Dia - Luciano Belford/Agencia O DIa

 

 

  

Galeria de Fotos

Rio de Janeiro, 20/11/2018 - Enterro da nutricionista Fernanda de Souza Siqueira, de 29 anos, assassinada pelo ex-marido Vanclecio Cordeiro Pereira, de 28, na noite do último domingo, em Vicfente de Carvalho, na Zona Norte do Rio. Cerca de 300 pessoas acompanharam o sepultamento que aconteceu no Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap. . Foto: Luciano Belford/Agência O Dia Luciano Belford/Agencia O DIa
Vanclécio Cordeiro estava escondido na casa de um parente e foi preso na manhã desta terça-feira Reprodução
Vanclécio Cordeiro estava escondido na casa de um parente e foi preso na manhã desta terça-feira Reprodução
Vanclécio Cordeiro foi preso por familiares da vítima, que acionaram a polícia Reprodução
Fernanda Siqueira, de 29 anos, levou uma facada entre o queixo e o pescoço Reprodução Facebook
Fernanda e Vanclécio casaram em 2015 e se separam há cinco meses Reprodução Facebook
Vanclécio Cordeiro, ex-marido de Fernanda Siqueira, é o principal suspeito do crime Reprodução Facebook
Walter Siqueira, pai de Fernanda, chora morte da filha, assassinada a faca pelo ex-marido Vanclécio Luciano Belford
Rio de Janeiro, 20/11/2018 - Na foto, Walter Siqueira, pai da nutricionista Fernanda de Souza Siqueira, da o último adeus a filha, assassinada pelo ex-marido Vanclecio Cordeiro Pereira, de 28, na noite do último domingo, em Vicfente de Carvalho, na Zona Norte do Rio. Cerca de 300 pessoas acompanharam o sepultamento que aconteceu no Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap. . Foto: Luciano Belford/Agência O Dia Luciano Belford/Agência O Dia
Rio de Janeiro, 20/11/2018 - Na foto, Walter Siqueira, pai da nutricionista Fernanda de Souza Siqueira, da o último adeus a filha, assassinada pelo ex-marido Vanclecio Cordeiro Pereira, de 28, na noite do último domingo, em Vicfente de Carvalho, na Zona Norte do Rio. Cerca de 300 pessoas acompanharam o sepultamento que aconteceu no Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap. . Foto: Luciano Belford/Agência O Dia Luciano Belford/Agência O Dia
Walter (no centro à esq.), pai de Fernanda, estava inconsolável. Vanclécio (ao lado) tentou se esconder embaixo de um carro para não ser preso Luciano Belford/Agência O DIa
Rio de Janeiro, 20/11/2018 - Enterro da nutricionista Fernanda de Souza Siqueira, de 29 anos, assassinada pelo ex-marido Vanclecio Cordeiro Pereira, de 28, na noite do último domingo, em Vicfente de Carvalho, na Zona Norte do Rio. Cerca de 300 pessoas acompanharam o sepultamento que aconteceu no Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap. . Foto: Luciano Belford/Agência O Dia Luciano Belford/Agencia O DIa
Rio de Janeiro, 20/11/2018 - Na foto, Walter Siqueira, pai da nutricionista Fernanda de Souza Siqueira, da o último adeus a filha, assassinada pelo ex-marido Vanclecio Cordeiro Pereira, de 28, na noite do último domingo, em Vicfente de Carvalho, na Zona Norte do Rio. Cerca de 300 pessoas acompanharam o sepultamento que aconteceu no Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap. . Foto: Luciano Belford/Agência O Dia Luciano Belford/Agencia O DIa

Últimas de Rio de Janeiro