Polícia Civil ganha delegacias e promove dança das cadeiras entre delegados

Confira quem sai e quem assume as principais unidades do Estado do Rio

Por RAFAEL NASCIMENTO

Delegado Marcus Vinícius Braga
Delegado Marcus Vinícius Braga -

Rio - O Estado do Rio vai ganhar outras duas delegacias de Homicídios e mais uma de Descoberta de Paradeiros até 2020. As duas primeiras ficarão em Macaé, no Norte Fluminense, e Volta Redonda, no Sul do estado. Já a de Descoberta de Paradeiros vai para a Baixada Fluminense. A cidade, no entanto, ainda não foi definida. As novidades fazem parte do pacote das ações para a Polícia Civil do governador eleito Wilson Witzel, que toma posse no próximo dia 1º de janeiro. Witzel escolheu o delegado Marcus Vinícius Braga para ser o secretário de Polícia Civil. A reunião para definir as mudanças na Polícia Civil foi divulgada nesta quarta-feira pela coluna "Informe do Dia"

Haverá mudanças em toda a estrutura das DHs. Além disso, a Divisão Geral de Homicídios, responsável pelas três especializadas do estado (Rio, Niterói e Baixada), passará a se chamar Departamento Geral de Homicídios e Proteção à Pessoa (DGHPP). Nos bastidores contam que o novo nome da delegacia foi sugerido porque a atual gestão ainda não conseguiu descobrir quem são os autores da morte da vereadora Marielle Franco (Psol) e de Anderson Pedro Gomes, motorista dela, assassinados em 14 de março deste ano.

"A população está desacreditada da estrutura atual. Precisamos mostrar a seriedade dessa instituição, por isso o motivo da mudança de nome e de toda a estrutura atual", disse uma fonte ligada à nova chefia. 

A única equipe a ser mantida na DH será a da delegada Bárbara Lomba, titular da Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSGI).

Mudanças nas titulares das especializadas

Outra mudança é a saída da Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA) da tutela do Departamento Geral de Polícia Especializada (DGPE). A partir do próximo ano, a especializada será subordinada ao DGHPP. A delegada Elen Souto, porém, permanece na titularidade da DDPA.

A reunião para definir as mudanças, principalmente de titulares das especializadas, durou mais de uma hora. Confirma abaixo algumas mudanças:

O delegado Marcos Amin, titular da 27ª DP (Vicente de Carvalho), assumirá a Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (Desarme). Ele estava cotado para ir para a Delegacia de Ações Criminosas Organizadas e Inquéritos Especiais (Draco/IE), que ficará sob o comando do delegado Gabriel Ferrando, titular da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF). Como o "Informe do Dia" publicou nesta quarta-feira, Amin estava cotado para a Draco, mas desistiram de nomeá-lo para a especializada que cuida das milícias. Já o titular da Draco, Alexandre Herdy, assumirá a Delegacia de Roubos e Furtos (DRF). O delegado Fabricio Oliveira, atual Desarme, ainda não tem lugar definido.

Para o comando da Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas (DRFC) vai o delegado Edson Henrique Damasceno, atualmente na 39ª DP (Pavuna). Ele terá a missão de combater um dos crimes que mais crescem no estado, que é o roubo de cargas. Quem assumirá a Delegacia de Combate às Drogas (Dcod) será o delegado Reginaldo Félix, que estava na Delegacia de Acervo Cartorário. O delegado Mário Jorge, da Delegacia Fazendária (Delfaz), será o titular da Delegacia do Consumidor (Decon).

Já a delegada Daniela Terra, titular da Decon, irá para a Divisão de Fiscalização de Armas e Explosivos (Dfae). No comando da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA) ficará a delegada Márcia Helena Julião, que hoje atua na 41ª DP (Tanque). A DPMA tem como titular o delegado Antônio Ricardo Nunes, que comandará o novo DGHPP. Para a titularidade da Delegacia Especial de Atendimento à Pessoa da Terceira Idade (DEAPTI) será nomeada a adjunta da especializada, Sueli Murad. O atual titular, Marcos Cipriano de Oliveira, ainda está sem posto. A mesma situação acontece na Delegacia de Atendimento ao Turista (Deat). Sai a delegada Valéria de Aragão e assume a delegada-adjunta Bianca Rodrigues. A delegada Tércia Amoedo assume a Delegacia Fazendária (Delfaz).

A titularidade da DCAV (Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima) vai mudar, mas o nome não foi definido. Já na DPCA (Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente), a delegada Natacha Alves de Oliveira será mantida. Alessandro Petralanda permanece na Delegacia de Roubos e Furtos de Automóveis (DRFA), assim como continua na Delegacia Antissequestro (DAS) o delegado Claudio Góis. As mudanças também não afetaram a Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Propriedade Imaterial (DRCPIM). O delegado Mauricio Demétrio Afonso Alves continuará titular da especializada.

Na Baixada, o delegado André Leiras, que atualmente é adjunto do delegado Fabrício Oliveira, será o novo titular da 59ª DP (Duque de Caxias).

Últimas de Rio de Janeiro