Chefe do tráfico de comunidade de Queimados é preso saindo da Vila Cruzeiro

Agenor Francisco de Assis Neto, o Índio, tentou subornar os policiais oferecendo R$ 100 mil pela sua liberdade

Por O Dia

Agenor Francisco de Assis Neto foi encontrado de moto deixando a comunidade do Complexo da Penha
Agenor Francisco de Assis Neto foi encontrado de moto deixando a comunidade do Complexo da Penha -

Rio - Policiais da UPP Vila Cruzeiro prenderam, no fim da tarde desta sexta-feira, o traficante Agenor Francisco de Assis Neto. Índio, como é conhecido, é o chefe do tráfico de drogas da comunidade São Simão, em Queimados, na Baixada Fluminense. Ele foi preso por volta das 18h, quando deixava um dos acesso das comunidade do Complexo da Penha, na Zona Norte do Rio.

De acordo com a Polícia Militar, os agentes da UPP foram informados de que Índio estaria saindo da Vila Cruzeiro. Foi feito, então, um cerco para interceptar o traficante, que foi avistado em uma moto. Os PMs tentaram abordá-lo, mas ele tentou fugir, sendo alcançado pelos policiais, que estavam em uma moto patrulha. O criminoso tentou oferecer um suborno de R$ 100 mil pela sua liberdade.

Em consulta ao sistema de segurança pública, foi constatado que Índio estava foragido da Justiça. Contra ele, havia dois mandados de prisão em aberto. O traficante, então, foi levado à delegacia da Penha (22ª DP).

Últimas de Rio de Janeiro