Pasta temporária será criada para a transição da Secretaria de Segurança

Estrutura temporária vai durar até junho, quando a intervenção concluirá a consolidação das aquisições feitas com os recursos federais que estão sendo empenhados até 31 de dezembro de 2018

Por O Dia

O governador eleito, Wilson Witzel
O governador eleito, Wilson Witzel -

Rio - Uma pasta temporária será criada para efetuar a transição das funções e atribuições atualmente existentes na Secretaria de Segurança para a futura estrutura de segurança pública do novo governo, que será comandado por Wilson Witzel (PSC). O objetivo da medida, segundo a assessoria do futuro governador, é tornar a transição ainda mais integrada e transparente.

A estrutura temporária vai durar até junho, quando a intervenção concluirá a consolidação das aquisições feitas com os recursos federais que estão sendo empenhados até 31 de dezembro de 2018.    

A pasta será comandada pelo engenheiro Roberto Motta. Ele é Engenheiro Civil pela PUC-RJ, mestre em Gestão pela FGV-RJ e tem cursos no programa de MBA da George Washington University. Motta tem 30 anos de experiência em empresas brasileiras e internacionais, incluindo 5 anos como consultor do Banco Mundial nos EUA. Desde 2007, atua na área de segurança pública como consultor e ativista. Foi o segundo candidato a deputado federal mais votado do PSC, com 17.089 votos, e ocupa a posição de segundo suplente. 

Últimas de Rio de Janeiro