Homem que matou mulher a garrafadas no Morro do Urubu é preso

Dilson Araújo estava escondido no bairro Nova Sepetiba, na Zona Oeste do Rio

Por O Dia

Dilson Araújo foi preso no bairro Nova Sepetiba neste sábado
Dilson Araújo foi preso no bairro Nova Sepetiba neste sábado -

Rio - Policiais do 27º BPM (Santa Cruz) prenderam, na noite de sábado, o homem acusado de matar a mulher, Tamires Blanco, de 30 anos, a garrafadas em Piedade, na Zona Norte do Rio. De acordo com a PM, Dilson Araújo estava escondido em uma casa no bairro Nova Sepetiba, na Zona Oeste da cidade. Ele foi conduzido à 43ª DP (Guaratiba) e depois encaminhado para a Delegacia de Homicídios (DH).  

Leia mais: Rio teve um feminicídio a cada 24 horas nos primeiros dias do ano 

Quarto feminicídio de 2019

Tamires Blanco, de 30 anos, foi encontrada morta em casa por policiais do 3º BPM (Méier), na Rua Pequi, no Morro do Urubu. Amigos e familiares da vítima acusaram Dilson Araújo pelo crime nas redes sociais. Este foi o quarto caso de feminicídio no Rio este ano.

Simone Oliveira de Assis, de 40 anos, foi morta a marretadas pelo marido em Itaguaí, na sexta-feira. Marcelle Rodrigues da Silva, de 27, foi morta a facadas pelo companheiro em Cordovil, também na sexta. Durante a noite de Réveillon, Iolanda  Crisóstomo da Conceição de Souza, de 42 anos, foi esfaqueada pelo ex-marido no Tanque, na Zona Oeste do Rio. 

 

Galeria de Fotos

Dilson Araújo foi preso no bairro Nova Sepetiba neste sábado Whatsapp O Dia
Tamires Blanco, de 30 anos, já havia registrado agressões do marido Reprodução Facebook

Últimas de Rio de Janeiro