Homem fez disparos antes de atropelar foliões em Rocha Miranda, diz testemunha

Marcelo Raimundo dos Santos estaria bêbado quando atingiu cerca de 30 pessoas numa festa de rua. Ao menos cinco ficaram feridas

Por Bernardo Costa

Carro avança sobre multidão na rua Veríssimo Machado, durante festa em Rocha Miranda.
Carro avança sobre multidão na rua Veríssimo Machado, durante festa em Rocha Miranda. -

Rio - O motorista Marcelo Raimundo dos Santos, de 42 anos, que avançou com um carro Hunday I30 sobre uma multidão de pessoas durante uma festa de carnaval na Rua Veríssimo Machado, em Rocha Miranda, na Zona Norte do Rio, fez disparos de arma de fogo antes de entrar no veículo, segundo testemunhas no local. O acidente aconteceu por volta das 22h, na noite deste domingo. Pelo menos 30 pessoas foram atingidas e cinco delas ficaram feridas. A Polícia Civil vai investigar o caso. 

Segundo uma moradora próxima do local onde aconteceu a confusão, ela não sabe em que direção o motorista atirou. "Mas parece que ele queria pegar alguém. Depois alguém ainda atirou em cima dele, mas ele não foi atingido", afirmou a moradora. Ainda segundo testemunhas, o atropelamento aconteceu na saída da turma de bate-bola Terremoto.

De acordo com agentes da Polícia Civil, Marcelo estava conduzindo um carro e acelerou em alta velocidade. Ele acabou atingindo diversos foliões quando acelerou o veículo na Rua Veríssimo Machado, local em que se realizava a passagem de um bloco carnavalesco, com centenas de pessoas. Policiais militares do 9°BPM (Rocha Miranda) foram acionados pela Central 190 por denúncia. No local, a equipe constatou dois carros danificados, que as vítimas já haviam sido socorridas por populares, e que um homem acusado do atropelamento, estava sendo linchado pela população. 

Ele foi detido imediatamente e socorrido para o Hospital Estadual Carlos Chagas,  em Marechal Hermes, onde foi atendido e logo depois encaminhado para a 27ª DP (Vicente de Carvalho), onde a ocorrência foi registrada. 

Lá o exame de alcoolemia realizado no motorista constatou a embriaguez do condutor. Marcelo foi preso em flagrante, nesta segunda-feira, pelos crimes de tentativa de homicídio, dano e dirigir veículo automotor embriagado ou sob efeito de drogas. 

Há, ainda, informação de que no carro do acusado, que permanece no local, havia uma marca de tiro na porta traseira do lado direito.

Comentários