Mais Lidas

Educação cria comissão para apurar denúncia de funk tocado em escola

Segundo pasta, punições poderão variar de advertência até afastamento da direção da escola

Por O Dia

Escola Municipal Primário Vera Lúcia Chaves da Costa
Escola Municipal Primário Vera Lúcia Chaves da Costa -

Rio - A Secretaria Municipal de Educação informou, na tarde desta quinta-feira, que criou uma comissão de inquérito para apurar a denúncia de que a Escola Municipal Primário Vera Lúcia Chaves da Costa, em Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio, teria tocado funk com letras com conteúdo erótico aos alunos. 

Segundo a pasta, a comissão terá o prazo de até 45 dias para apresentar o relatório final. As punições poderão variar de advertência até o afastamento da direção da escola.

Em um vídeo, que viralizou nas redes sociais, um homem passa em frente à escola e de fora da unidade, é possível ouvir a música "Finalidade era ficar em casa", do MC Kevin o Chris, em uma versão proibida. O autor do vídeo ainda faz uma comparação sobre escola tocar o gênero musical e não o Hino Nacional. 

"Sobre a execução do hino, a SME esclarece que existe uma lei municipal, de Nº 1.565, de 27 de março de 1990, que determina o canto obrigatório nas escolas públicas do Município do Rio de Janeiro, do Hino Nacional Brasileiro e do Hino à Bandeira. Portanto, como se pode ver, o incentivo ao canto do Hino Nacional é uma prática que existe há cerca de 29 anos nas escolas municipais do Rio de Janeiro", finalizou a Secretaria de Educação na nota. 

 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários