Disque Denúncia procura suspeitos de matar médica na Linha Vermelha

Marcos da Silva Xavier, de 29 anos, e Rodrigo Ribeiro da Silva, o "Da Farmácia", de 24 já são considerados foragidos da Justiça

Por Meia Hora

Marcos da Silva Xavier, de 29 anos, e Rodrigo Ribeiro da Silva, o
Marcos da Silva Xavier, de 29 anos, e Rodrigo Ribeiro da Silva, o "Da Farmácia", de 24 são considerados foragidos da justiça. -

Rio - O Portal dos Procurados anunciou, nesta terça-feira, uma recompensa de R$1 mil para ajudar a Delegacia de Homicídios da Capital (DH), com informações que possam localizar os envolvidos na morte da médica e diretora da Clínica da Família de Vila de Cava, em Nova Iguaçu, Gisele Palhares Gouvêa, de 34 anos. Ela levou um tiro na cabeça quando passava pela Linha Vermelha, na altura de São João de Meriti, na Baixada Fluminense, em 25 de junho de 2016. Os procurados são Marcos da Silva Xavier, de 29 anos, e Rodrigo Ribeiro da Silva, o "Da Farmácia", de 24. Os dois já são considerados foragidos da Justiça.

A Delegacia de Homicídios concluiu, na época, que a médica foi vítima de um latrocínio, assalto seguido de morte. Cinco acusados de envolvimento no crime já foram identificados. Christofer Cruz Barbosa da Silva e Igor de Oliveira Lopes, o Smith, morreram tempos depois do crime, em episódios distintos de trocas de tiros com a polícia. Um terceiro envolvido no crime, Thiago Rodrigues da Silva, o TH, do Morro da Quitanda, no Complexo da Pedreira, foi preso em agosto de 2017, e era considerado um dos maiores assaltantes de cargas da região da Pedreira. Ele é cunhado do traficante Arafat, que também se encontra preso e controlava o tráfico de drogas no Complexo.

As investigações concluíram que foi Thiago o principal responsável pelo crime, já que ele havia “encomendado” um veículo com mesmas características do da médica.

Durante as investigações, a DH contou com provas periciais e de testemunhas. As impressões digitais de Marcos da Silva foram encontradas no interior de uma caminhonete S-10, usada para fechar o carro da médica. Ele foi localizado dias após o crime, no Complexo do Chapadão, de facção rival ao da Pedreira. Isso para dificultar as investigações da especializada.

No dia 18 de fevereiro, o juiz Adriano Celestino Santos, da 1ª Vara Criminal de São João Meriti decretou a prisão preventiva dos envolvidos ainda em liberdade e de Thiago Rodrigues da Silva, o TH, pelo crime de Latrocínio.

Quem tiver qualquer informação a respeito da localização de Marcos da Silva e Rodrigo Ribeiro, o Da Farmácia, favor denunciar pelos seguintes canais: Whatsapp ou Telegram Portal dos Procurados (21) 98849-6099; pelo facebook/(inbox), endereço: https://www.facebook.com/procurados.org/, pelo mesa de atendimento do Disque-Denúncia (21) 2253-1177, ou pelo Aplicativo para celular.

Todas as informações sigilosas sobre o caso serão encaminhadas para a DH/Capita,lque está encarregada do caso e do inquérito criminal.

Relembre o caso

A médica foi morta com um tiro na cabeça, enquanto saía de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, em direção à Barra da Tijuca, na Zona Oeste. No dia do crime, assustada, Gisele teria tentado fazer uma manobra com o carro para fugir. Os bandidos então dispararam, atingindo o lado do motorista com três tiros e um na parte traseira do veículo. Atingida na cabeça, ela foi levada com vida para o Hospital Adão Pereira Nunes, em Saracuruna, mas não resistiu aos ferimentos.