Mãe de Marielle: 'É uma resposta, contudo esperamos mais'

Marinete considera as prisões um avanço no caso, mas cobra que a polícia descubra quem foi o mandante do crime. "Minha dor como mãe é profunda, foi um pedaço meu que perdi".

Por Lucas Cardoso

Marinete da Silva, mãe da vereadora Marielle Franco
Marinete da Silva, mãe da vereadora Marielle Franco -

Rio - Marinete Silva, mãe da Marielle, considera as prisões um avanço na investigação sobre o assassinato, mas também enfatiza que é preciso saber quem mandou matar a filha. "Eu acho que isso é um avanço, mas ainda não é o que precisamos. Precisamos saber do mandante, o que motivou", disse ela.

Segundo Marinete, Marielle já combatia a milícia um ano antes da morte dela. "Era uma área que Mariellle atuava desde o ano anterior a morte dela. Ela tinha uma participação ativa contra essas pessoas investigadas. Então, isso é uma resposta, contudo esperamos mais", contou Marinete.

Mas, para ela, nada vai apagar a dor da perda da filha. "Isso não alivia o que passamos. Nem um pouco. Minha dor como mãe é profunda, foi um pedaço meu que perdi. Nada muda o fato de ela não mais estar mais aqui com a gente", disse a mãe da vereadora.

Comentários