Mais Lidas

Secretário de Desenvolvimento Econômico apresenta em Cannes projeto inovador para comunidades do Rio

Maior evento mundial do mercado imobiliário reuniu 120 investidores de mais de 25 nacionalidades

Por O Dia

O secretário Lucas Tristão, de Desenvolvimento Econômico e Geração de Emprego e Renda
O secretário Lucas Tristão, de Desenvolvimento Econômico e Geração de Emprego e Renda -

Rio - Representando o Estado do Rio de Janeiro no maior evento mundial do mercado imobiliário, o Mipim, em Cannes, na França, o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico e Geração de Emprego e Renda, Lucas Tristão, apresentou a investidores internacionais o programa Comunidade-Cidade, cujo objetivo é promover a requalificação urbana de favelas. Principal projeto habitacional do estado, o Comunidade-Cidade prevê a realocação de famílias, sobretudo as mais de 300 mil que vivem hoje em áreas de risco.

"Vamos revolucionar a vida daqueles que vivem nas favelas do Rio de Janeiro, as quais são, já há muito tempo, o símbolo do crescimento urbano desordenado. Com o nosso projeto Comunidade-Cidade, deixarão de sê-lo. Finalmente, o estado se fará presente nas favelas, entregando dignidade e realizando políticas públicas para todos", afirmou o secretário, ao participar do painel “América do Sul: Projetos Extraordinários”.

Lucas Tristão explicou que o programa Comunidade-Cidade inclui a regularização fundiária, com a entrega do título de propriedade a todos os moradores, e a efetiva presença do estado, visando a melhoria contínua da qualidade de segurança pública, saneamento, saúde e transporte público.

O Mipim é um evento anual que reúne, no Palais des Festivals, em Cannes, as maiores empresas de todos os setores do mercado imobiliário mundial. Este ano, em sua 30ª edição, atraiu 120 investidores de 25 nacionalidades.

O secretário apresentou, também, a esses investidores, outros planos do governo do estado para incrementar a economia fluminense, a partir de novos empreendimentos imobiliários. Entre eles está a remodelagem das principais estações de metrô, transformando-as em shoppings e prédios comerciais, viáveis a partir de suas posições privilegiadas e do alto fluxo de pessoas, além de novidades relativas à concessão de rodovias.

"As concessões rodoviárias incluirão a exploração de imóveis comerciais, postos de gasolina, centros automotivos e espaços publicitários ao longo das vias, a fim de evitar a cobrança de pedágios, ao mesmo tempo em que fomentamos a iniciativa privada", revelou.

Tristão anunciou ainda a proposta de criação de ao menos dois fundos imobiliários: um composto pelos distritos industriais do Estado do Rio de Janeiro e outro pelos imóveis e estacionamentos geridos pelo instituto de previdência estadual.

Ele ressaltou a melhoria da expectativa em relação ao novo momento que o Rio de Janeiro vive, a partir do aumento da esperança em função da aliança entre o poder público e a iniciativa privada. Segundo Tristão, o Rio já oferece aos investidores estrangeiros a certeza de segurança, jurídica e física, para novos empreendimentos.

"O governo Wilson Witzel representa a mudança esperada pela sociedade brasileira. Nomes técnicos em um governo que sabe que o grande parceiro estadual na reconstrução econômica e social é a iniciativa privada. Uma economia liberal e com segurança jurídica e física para os investidores e a população em geral é a tônica do nosso governo", declarou o secretário.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários