PM é morto a tiros na Linha Vermelha

Marcus Vinícius de Souza Ribeiro, de 34 anos, soldado lotado no 6º BPM (Tijuca), passava de moto na altura de Caxias quando foi atacado a tiros por criminosos em outra motocicleta. Ele é 14º policial militar morto em 2019

Por Antonio Augusto Puga

Soldado tinha cinco anos na PM
Soldado tinha cinco anos na PM -

Rio - Um PM foi morto a tiros na Linha Vermelha, em Duque de Caxias, na manhã desta sexta-feira. Segundo informações iniciais, o soldado foi morto quando passava próximo ao Quartel do Corpo de Bombeiros da região. Marcus Vinícius de Souza Ribeiro, de 34 anos, é o 14º policial militar morto em 2019.

O soldado, lotado no 6º BPM (Tijuca), passava de moto quando dois criminosos em outra motocicleta emparelharam, mas ele não parou. Na segunda abordagem, tanto os bandidos quanto o policial acabaram caindo, os assaltantes foram mais rápido e atiraram no PM, fugindo para uma rua lateral ao quartel dos bombeiros. Pelo menos oito tiros foram dados e atingiram o militar no abdômen e cabeça, que morreu no local. Sua arma foi levada pelos criminosos. 

O local onde aconteceu a abordagem fica a poucos metros da Favela do Lixão. As circunstâncias do crime ainda não estão totalmente esclarecidas. A Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) foi chamada e realizou a perícia. As investigações estão em andamento. 

"A princípio, foi latrocínio. O local tem histórico de roubos praticados por traficantes da favela do Lixão. Ele pode ter reagido e foi morto. Levaram só a pistola dele. Mas estamos analisando também uma possível execução por envolvimento com uma mulher", disse o delegado-titular da DHBF, Moysés Santana.

O policial Marcus Vinicius foi morto a tiros na Linha Vermelha, perto da Favela do Lixão, em Duque de Caxias - Daniel Castelo Branco / Agência O Dia

Uma mulher, que seria a companheira do policial, além de PMs lotados no mesmo batalhão que ele, estiveram no local do crime. 

O soldado estava desde 2014 na Polícia Militar e deixa um filho. Até o momento, não há confirmação de horário e local do sepultamento.

De acordo com o Centro de Operações da Prefeitura do Rio (COR), uma faixa da pista sentido Baixada foi interditada ocupada por conta do crime e policiais do Batalhão de Policiamento em Vias Expressas (BPVE) isolaram o local. O trânsito apresentou lentidão, com o trecho sendo liberado às 10h20.

Colaborou Maria Inez Magalhães

Cápsulas deflagradas no ataque ao PM morto na Linha Vermelha. Pelo menos oito disparos foram feitos contra policial - WhatsApp O DIA (98762-8248)

Galeria de Fotos

Soldado tinha cinco anos na PM Arquivo Pessoal
Morte de PM aconteceu na Linha Vermelha, na altura de Caxias Reprodução Google Maps
A moto do PM WhatsApp O DIA (98762-8248)
PM foi morto a tiros na Linha Vermelha, em Caxias WhatsApp O DIA (98762-8248)
Cápsulas deflagradas no ataque ao PM morto na Linha Vermelha. Pelo menos oito disparos foram feitos contra policial WhatsApp O DIA (98762-8248)
PM foi morto na Linha Vermelha, na altura da Favela do Lixão Daniel Castelo Branco / Agência O Dia

Comentários