Temporal causa alagamentos e deslizamentos de terra entre Volta Redonda e Barra Mansa

Dezenas de ruas estão inundadas nas duas cidades. Em Volta Redonda, um deslizamento de terra soterrou parte de um imóvel deixando três feridos

Por FRANCISCO EDSON ALVES

Ruas viraram rios no bairro Retiro, em Volta Redonda
Ruas viraram rios no bairro Retiro, em Volta Redonda -

Rio -  O temporal que atingiu o Sul do estado na noite deste domingo deixou dezenas de ruas alagadas, principalmente entre Volta Redonda e Barra Mansa, além de ter causado deslizamentos de encostas e falta de energia em diversos pontos. No bairro 249, na Avenida Europa, em Volta Redonda, parte de um barranco cedeu, soterrando um bar que funcionava anexo a um casa - e onde ocorria uma roda de pagode -  deixando três pessoas feridas. Elas foram levadas para o Cais do Conforto e estariam fora de perigo, segundo as primeiras informações de agentes do Corpo de Bombeiros e Defesa Civil, que avalia interdição de outros imóveis na região.

Em várias ruas o cenário o cenário de caos, como no Retiro, se repetiu. - Foco Regional

Segundo a Defesa Civil de Volta Redonda,  só no bairro Retiro caiu cerca de 140 mm de chuva. Ainda de acordo com o órgão, tal quantidade nunca havia sido registrada antes. "Há 12 anos não chovia como choveu na noite deste domingo na cidade", destacou nota enviada pela prefeitura agora há pouco..

 No mesmo município, a Avenida Almirante de Barros Nunes, a Beira-Rio, transformou-se, literalmente, em um rio, assim como no bairro 207. Nos dois locais, carros chegaram a ser encobertos e arrastados pela força das enxurradas.  Carros e ônibus estão parados e procurando pontos mais seguros, como ruas transversais . A tempestade, com muitos raios durou pouco mais de uma hora.  No bairro Siderlândia, impedem a passagem de veículos em direção a Barra Mansa.  Na localidade, o Rio Paraíba do Sul teria transbordado.  A energia elétrica ainda está sendo restabelecida em diversos bairros.

Densas nuvens de chuva no início da noite de domingo: prenúncio de caos - Francisco Edson Alves

Abastecimentos e educação podem ser prejudicados nesta segunda-feira

Em nota, a Prefeitura de Volta Redonda informou que o diretor-presidente do Saae-VR, José Geraldo Santos, advertiu que por falta de energia na Estação de Tratamento de Água (ETA) Belmonte, o abastecimento de água pode ficar prejudicado. Unidades escolares do município, que também sofreram danos por conta do temporal, estão sendo avaliadas pela Secretaria de Educação e técnicos do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano (IPPU), que poderão até vetar aulas nos colégios mais atingidos.

"Estamos atuando principalmente nos pontos mais críticos, liberando vias, tirando galhos, cortando troncos. Vamos ter equipes durante toda a madrugada atuando e nesta segunda, o serviço seguirá a todo vapor", garantiu o secretária de Infraestrutura, Toninho Oreste. O prefeito Samuca Silva informou  pela assessoria do governo muncipal, que está sendo feito um detalhamento completo dos impactos das fortes chuvas.

"Determinei toda a estrutura da prefeitura para atender as emergências ainda na noite de domingo e madrugada de segunda. Já liberamos alguns locais. Nesta segunda, durante o dia, será efetuada o detalhamento dos impactos desta forte chuva e a limpeza geral da cidade", comenTou Samuca.

Outro deslizamento de terra foi registrado na entrada da Vila Elmira, na altura da Ponte Alta. Não há como os carros passarem pelo local também. Na Rua 33, na Vila Santa Cecília, também em Volta Redonda,  há registro de alagamentos.

O Rio Barra Mansa transbordou e moradores dos bairros Nova Esperança, Boa Sorte e São Luiz estão sendo alertados para deixarem seus imóveis e procurarem locais seguros. Até o momento a prefeitura local ainda não divulgou nenhuma nota. 

 

Máquinas da Prefeitura de Volta Redonda já estão operando na desobstrução de vias na cidade - Divulgação: PMBM

 

NOTA DEFESA CIVIL DE VOTA REDONDA NA ÍNTEGRA

A Defesa Civil de Volta Redonda comunica que o temporal com grande concentração de chuva atingiu algumas cidades da região, na noite deste domingo, inclusive Volta Redonda. Toda a estrutura de Prefeitura já está atuando nas ruas da cidade para identificar a intensidade e os principais pontos atingidos. No bairro Retiro houve acúmulo de água em algumas ruas, assim como no Jardim Ponte Alta, Minerlandia, Siderlândia, Belmonte, Jardim Europa e Vila Santa Cecília.

No principal foco de alagamento no Retiro, onde nunca teve histórico de alagamento, a equipe da Secretaria Municipal de Infraestrutura e o IPPU, estão indo ao local pra avaliar se um empreendimento privado, acarretou os problemas ali ocorridos. Na 249, uma queda de barranco atingiu duas pessoas que já foram socorridas. Os bombeiros e a Defesa Civil estão indo ao local pra avaliar se há mais vítimas.

Até o momento, além dessa ocorrência na 249, não há informações de feridos e nem desabrigados. A Defesa Civil pede a colaboração das pessoas para evitarem as ruas alagadas e qualquer informação, entrar em contado com a CAU - Central de Atendimento Único pelos telefones: 199 Defesa Civil e 153 Guarda Municipal.

Galeria de Fotos

Ruas viraram rios no bairro Retiro, em Volta Redonda Foco Regional
Em várias ruas o cenário o cenário de caos, como no Retiro, se repetiu. Foco Regional
Máquinas da Prefeitura de Volta Redonda já estão operando na desobstrução de vias na cidade Divulgação: PMBM
Densas nuvens de chuva no início da noite de domingo: prenúncio de caos Francisco Edson Alves

Comentários