Witzel, Seas e Inea entregam mais de R$ 1 milhão em incentivos para produtores rurais

Governador participou da cerimônia, ao lado da secretária de estado do Ambiente e Sustentabilidade, Ana Lúcia Santoro; do presidente do Inea, Claudio Dutra, e do secretário de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Pesca, Eduardo Lopes

Por O Dia

Governador Wilson Witzel participa da Celebração do Dia da Mata Atlântica, no Museu do Amanhã
Governador Wilson Witzel participa da Celebração do Dia da Mata Atlântica, no Museu do Amanhã -
Rio - O projeto Conexão Mata Atlântica, promovido pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea), órgão vinculado à Secretaria de Estado do Ambiente e Sustentabilidade (Seas), e pela Secretaria de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Pesca (Seappa), celebrou o Dia Nacional da Mata Atlântica, no Museu do Amanhã, com a entrega de cheque simbólico de mais de R$ 1 milhão em incentivos, para proprietários rurais do interior do estado do Rio de Janeiro.

O governador Wilson Witzel participou da cerimônia, ao lado da secretária de estado do Ambiente e Sustentabilidade, Ana Lúcia Santoro; do presidente do Inea, Claudio Dutra, e do secretário de estado de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Pesca, Eduardo Lopes.
No vento, Witzel lembrou a importância de incentivar o crescimento da agricultura, da pecuária, do abastecimento e da pesca no estado para elevar a produção, gerando mais emprego e renda nestas atividades. “O desenvolvimento do estado depende do fortalecimento do meio rural e da valorização da agricultura familiar. A agricultura e a pesca são setores em que o estado precisa realizar uma intervenção qualificada, que seja capaz de estimular o desenvolvimento econômico, respeitando o meio ambiente, e ao mesmo tempo garantindo a segurança alimentar da população”, destacou o governador.

O governador ainda reforçou a relevância do trabalho de preservação da Mata Atlântica para estimular o turismo no interior: "Com esta iniciativa, o Rio de Janeiro retoma o seu lugar de vanguarda na preservação e proteção da Mata Atlântica. Também estamos investindo no turismo rural e de aventura para que cada vez mais o interior fluminense seja conhecido porque é rico em produção e com paisagens lindas", completou.

Já a secretária Ana Lúcia Santoro lembrou dos benefícios da conservação das florestas no estado e da promoção de iniciativas sustentáveis. “As florestas são essenciais para a proteção de encostas, para prevenção de enchentes, para regulação do clima e para prover água em quantidade e qualidade para o abastecimento da população, da indústria e da agricultura. Neste Dia Nacional da Mata Atlântica, reforçamos a importância da preservação deste bioma”, definiu.

O presidente do Inea, Claudio Dutra, ressaltou o trabalho do órgão ambiental em prol da conservação e da restauração das florestas no estado. “O Instituto Estadual do Ambiente é um dos grandes incentivadores da preservação de nossas matas e trabalha diretamente em prol da restauração florestal, na administração das unidades de conservação e na gestão de iniciativas diferenciadas, como as Reservas Particulares do Patrimônio Natural e o projeto Conexão Mata Atlântica”, afirmou Dutra.
Governador Wilson Witzel participa da Celebração do Dia da Mata Atlântica, no Museu do Amanhã - Divulgação / Nelson Perez


Os 164 produtores rurais que realizaram ações de proteção da Mata Atlântica, através do chamado Pagamento por Serviço Ambiental (PSA), foram representados por cinco agricultores: Benize Freitas (Cambuci), Carlos Alberto Martins (Valença), José de Almeida (Varre-Sai), Maria Lúcia Murici (Porciúncula) e Wilson Ricardo Rocha Nunes (Italva), que receberam o cheque das mãos do governador.

O Conexão Mata Atlântica reconhece e incentiva produtores rurais que desenvolvem ações de conservação e restauração da floresta nativa e implementam práticas produtivas sustentáveis. Os recursos são do Fundo Global para o Meio Ambiente (GEF), por meio do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Neste ano, os produtores beneficiados foram selecionados no primeiro edital de seleção pública, realizado em 2018, e concluíram a execução e o cumprimento das práticas ambientais em área equivalente a mais de 2 mil campos de futebol na Bacia do Rio Paraíba do Sul.

No estado do Rio, o projeto abrange seis microbacias localizadas em áreas estratégicas para a manutenção dos fragmentos florestais de Mata Atlântica e preservação dos recursos hídricos que compõem as regiões hidrográficas do Baixo Paraíba do Sul e Itabapoana e Médio Paraíba do Sul. No Noroeste do estado, as áreas atendidas correspondem aos municípios de Italva (microbacia Córrego Coleginho/Olho D’água), Cambuci (microbacias Valão Grande, Córrego Caixa D’água/Valão Grande II), Varre-Sai (microbacia Varre-Sai) e Porciúncula (microbacia Ouro). Na região Sul, serão contemplados os municípios de Valença e Barra do Piraí (microbacia Rio das Flores).

Os recursos destinados às ações no estado do Rio somam cerca de R$ 44 milhões. Desse valor, U$ 4,1 milhões (cerca de R$ 15 milhões) são originados do Fundo Global para o Meio Ambiente (GEF) e do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) - executados pela Fundação de Empreendimentos Científicos e Tecnológicos (Finatec) - e aproximadamente R$ 29 milhões de contrapartida do governo estadual, que serão aplicados por meio de medidas compensatórias de recuperação florestal e investimentos em ações já desenvolvidas pelo programa Rio Rural a partir de 2014.

Mini documentário e exposição itinerante

O evento desta tarde também marcou o lançamento do mini documentário e da exposição fotográfica itinerante “Histórias de quem produz e preserva”, com fotos de Gustavo Stephan e Luana Bianquini, que conta a trajetória de alguns dos participantes do projeto.

Distribuição de sementes

Em parceria com a Ecoponte e o Banco Estadual de Sementes Florestais do Inea, o projeto distribuiu durante o dia cerca de 18 mil sementes de árvores nativas da Mata Atlântica, bioma do Rio de Janeiro, para motoristas que passaram pela ponte Rio-Niterói e aos participantes do evento em comemoração à data, no Museu do Amanhã. Foram distribuídas sementes de Ipê-amarelo, Vinhático, Sobrasil e Vinhático de espinho.

Galeria de Fotos

Governador Wilson Witzel participa da Celebração do Dia da Mata Atlântica, no Museu do Amanhã Divulgação / Nelson Perez
Governador Wilson Witzel participa da Celebração do Dia da Mata Atlântica, no Museu do Amanhã Divulgação / Nelson Perez

Comentários