Alexandre Bomba, suspeito de integrar milícia de Orlando Curicica, se entrega à polícia

Cabo bombeiro se apresentou na corregedoria da corporação

Por RAFAEL NASCIMENTO

Alexandre Bomba vai para a DH
Alexandre Bomba vai para a DH -
Rio - O cabo bombeiro Alexandre Vieira Borges, o Alexandre Bomba, que segundo a Policia Civil faz parte de uma milícia comandada por Orlando Oliveira de Araújo, o Orlando Curicica, que domina com mãos de ferro parte da Zona Oeste, se entregou no começo da noite deste sábado à Corregedoria do Corpo de Bombeiros, no Centro do Rio. Alexandre Bomba será encaminhado à Delegacia de Homicídios (DH) da Capital, na Barra da Tijuca. Ele era considerado foragido da Justiça desde ontem após ter a prisão decretada na operação que prendeu 17 pessoas suspeitas de integrar a milícia de Orlando.

O grupo comandado por Curicica é, de acordo com as investigações, apontado por dominar as comunidades de Curicica, Terreirão, Boiúna, Santa Maria, Lote 1000, Jordão e Teixeiras, no bairro de Jacarepaguá.

As investigações da DH apontam que o grupo explora ilegalmente serviços como transporte, lazer, alimentação e segurança dessas comunidades através da cobrança de taxas. A quadrilha explora ainda a grilagem de terras nessas regiões.  Ainda de acordo com a polícia, as associações de moradores das regiões também seriam dominadas por esses grupos.

Os milicianos atuavam com violência, o que incluía a execução de testemunhas e tentativas de homicídio de autoridades responsáveis pelas investigações.  Os membros dessa quadrilha fazem imperar a “lei do silêncio” entre os moradores da localidade em que exercem controle criminoso.

Segundo o Ministério Público, a expansão territorial do grupo paramilitar na região ocorreu entre 2015 até o final de 2017, na área de Jacarepaguá e Recreio dos Bandeirantes.

Comentários