Alerj aprova fim do tombamento do Canecão

Proposta, que poderá ser sancionada ou não pelo governador Wilson Witzel (PSC), abre caminho para uma futura privatização

Por O Dia

Canecão
Canecão -
Rio - A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) aprovou nesta terça-feira, por unanimidade, o destombamento do Canecão, em Botafogo, na Zona Sul da cidade. A casa de shows, que pertence à UFRJ, era tombada há 20 anos. A proposta – que poderá ser sancionada ou não pelo governador Wilson Witzel (PSC) – abre caminho para uma futura privatização. 
Cobiçado por músicos, o espaço, de 116 mil metros quadrados, entre a Avenida Venceslau Braz e a Rua Lauro Muller, está fechado desde outubro de 2010. O encerramento ocorreu após uma briga judicial de quase 40 anos entre a Universidade Federal do Rio (UFRJ) e o antigo inquilino, o empresário Mário Priolli.

Segundo o deputado Rodrigo Amorim, o tombamento era um entrave para a reforma do espaço. Caso seja sancionado, o que deve ser discutido é o modelo de gestão do espaço, que é propriedade da Universidade Federal do Rio de Janeiro.
Representantes da UFRJ e do BNDES procuram uma solução para a elaboração do plano de uso econômico de espaços da universidade. A ideia é que a área da antiga casa de shows vire um "equipamento cultural". A previsão é que a primeira etapa dos estudos seja concluída ainda neste mês.

No entanto, o Governo do Rio já demonstrou interesse na gestão do espaço, que seria feita através de uma parceria público-privada.

Comentários