Corpo de Serguei será velado em Saquarema neste sábado

Velório acontecerá na Câmara do Município

Por O Dia

Serguei
Serguei -
Rio - O corpo do cantor Sérgio Augusto Bustamante, o Serguei, será velado neste sábado, de 8h às 11h, na Câmara Municipal de Saquarema, na Região dos Lagos. O músico morreu, na manhã desta sexta-feira, aos 85 anos, no Centro de Terapia Intensiva do Hospital Regional do Médio Paraíba, em Volta Redonda, no Sul Fluminense, onde estava internado. De acordo com a Secretaria estadual de Saúde, a causa da morte foram "problemas cardíacos ocasionados por pneumonia, desnutrição e complicações senis". 
O sepultamento será neste sábado logo depois da cerimônia e últimas homenagens ao artista, no Cemitério Municipal, também em Saquarema.
Serguei foi transferido para o Hospital Zilda Arns, no último dia 28 de maio. O cantor chegou à unidade com quadro grave de arritmia e insuficiência respiratória. Antes, ele estava internado no Hospital de Saquarema, na Região dos Lagos, com um leve quadro de Alzheimer.
De acordo com médicos do hospital de Volta Redonda, o quadro do músico era delicado principalmente por causa da idade e de um histórico de doenças cardíacas. Ele precisaria de um cateterismo e de uma avaliação mais detalhada.

Em nota, a Prefeitura de Saquarema lamentou, "com profundo pesar", a morte do cantor, que morava no município. "O corpo do cantor será velado neste sábado, no plenário da Câmara Municipal de Saquarema, entre 08 e 11 da manhã, seguindo para o Cemitério de Saquarema", informou, através de nota.
ADOLESCÊNCIA NOS EUA

Nascido em 8 de novembro de 1933 no Rio, Serguei passou parte da adolescência nos Estados Unidos. Depois de alguns retornos ao Brasil, voltou à América da Norte para tentar uma carreira na música.

Em 1969, esteve no festival de Woodstock, mesmo ano em que disse ter conhecido, e mantido relações, com Janis Joplin.

Considerado o roqueiro mais antigo do Brasil, Serguei se mantinha em atividade com a banda Pandemonium. Ele ainda administrava o Templo do Rock, espaço onde vivia em Saquarema e há peças de roupas, discos, prêmios, livros, cartazes, filmes e outros materiais sobre sua vida.

Sua última postagem nas redes sociais foi feita no dia em que deu entrada no CTI do Hospital Zilda Arns. Na ocasião, ele publicou, no Twitter, uma mensagem sobre morte.
 

Comentários