Polícia investiga áudio sobre jovem suspeito de matar pastor casado com Flordelis

Lucas dos Santos, 18 anos, confessou ter matado o pai adotivo, o pastor Anderson do Carmo, segundo fontes da polícia. Celular da vítima, que seria entregue pela deputada federal Flordelis, ainda não está com a DH e teria desaparecido

Por RAFAEL NASCIMENTO

Lucas dos Santos, 18 anos, está preso e confessou que matou o pastor, diz fontes da polícia
Lucas dos Santos, 18 anos, está preso e confessou que matou o pastor, diz fontes da polícia -
Rio - Policiais da Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSGI) investigam o compartilhamento de um áudio entre fiéis do Ministério Flordelis que levantaria a suspeita de que Lucas dos Santos, de 18 anos, é realmente um dos assassinos do pastor Anderson do Carmo. Outras conversas sobre o assassinato e mandantes do crime são analisadas. Segundo fontes da polícia, Lucas confessou ter matado o pai, e o irmão mais velho, Flávio dos Santos Rodrigues, 38 anos, seria o mandante.
"Família, todo mundo lá na igreja está sabendo já. A minha família frequenta (a igreja). Eu frequentava na época quando ele adotou ele (Lucas,) a irmãzinha, e tinha uma maiorzinha. A mãe morreu, o pai era drogado, aí pegou para criar", diz o áudio.
Celular do pastor não foi entregue à polícia
O celular do pastor Anderson do Carmo ainda não foi entregue à DHNSGI. O aparelho, que seria levado pela deputada Flordelis, teria desaparecido. A polícia quer ter acesso ao equipamento, que pode ajudar a elucidar o crime. 
O promotor Sérgio Luis Lopes Pereira, do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Publico do Estado, atua nas investigações junto à DHNSGI. "Teremos uma reunião agora para falar sobre o caso", disse.
 

Comentários