Homem comandava quadrilha de tráfico internacional de drogas de dentro de Bangu 3

Polícia Federal deflagrou Operação 'Narcos', contra quadrilha que atua no tráfico internacional de maconha, na manhã desta terça-feira

Por O Dia

Rio - A Polícia Federal deflagrou, nesta terça-feira, a Operação "Narcos", contra uma quadrilha que atuava no tráfico internacional de maconha. Segundo a Polícia Federal, a base da quadrilha funcionava em Juiz de Fora, e o chefe comandava a quadrilha de dentro de Bangu 3, no Rio de Janeiro. Dez pessoas, que não tiveram a identidade divulgadas, foram presas, e vinte mandados de busca e apreensão foram cumpridos. 
Além do interior de Minas Gerais e do Rio de Janeiro, o grupo atuava também no Espírito Santo e no Mato Grosso do Sul. A maconha saía da cidade de Pedro Juan Caballero, no Paraguai, entrava no Brasil por Ponta Porã (MS) e de lá ia para Juiz de Fora, de onde era distribuída.
A investigação começou há oito meses. Durante esse tempo, foram apreendidas mais de 1 tonelada de maconha, armas de fogo e munições, com o auxílio da Polícia Rodoviária Federal e das Polícias Militares do Mato Grosso do Sul e de Minas Gerais.
A operação, batizada em referência ao seriado 'Narcos', do Netflix, que conta a história do traficante colombiano Pablo Escobar, segue em andamento.
O DIA procurou a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), que informou que não pode comentar sem saber o nome do preso de Bangu 3, que não foi divulgado pela Polícia Federal.

Comentários