Lutador de UFC é indiciado por agressão contra ex-mulher na Lei Maria da Penha

Inquérito será encaminhado ao Ministério Público para apreciação e oferecimento da denúncia

Por O Dia

Alex Cowboy foi acusado de agressão contra ex-mulher
Alex Cowboy foi acusado de agressão contra ex-mulher -
Rio - O lutador de UFC Alex de Oliveira, o Alex Cowboy, foi indiciado pela Polícia Civil por lesão corporal contra a ex-mulher na Lei Maria da Penha, injúria, ameaça e perigo para a vida ou saúde de outrem. As agressões aconteceram no fim de maio deste ano, em Três Rios, no interior do estado. 
De acordo com o delegado André Luiz Pinto Lourenço, titular da 108ª DP (Três Rios), as investigações relativas ao lutador já foram concluídas e inquérito será encaminhado ao Ministério Público para apreciação e oferecimento da denúncia.
O laudo do exame de corpo de delito feito pela ex-mulher do lutador do UFC Alex Oliveira acusado de agressões contra ela, confirmou lesões na cabeça. O documento aponta um hematoma semelhante aos golpes de soco que a mulher e outras duas testemunhas disseram em depoimento que ela sofreu.
Na distrital, ele negou ter batido na ex e foi liberado. Uma medida protetiva foi pedida à justiça para a vítima ainda no dia do crime. Alex prestou depoimento dois dias após as agressões e de ter fugido com o filho de seis meses em uma moto. A criança foi encontrada na propriedade dele com um familiar, sem ferimentos.Após falar com a polícia, ele foi liberado.


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários