Polícia prende suspeitos de integrar milícia de Ecko

Foram cumpridos 23 mandados de busca domiciliar na Zona Oeste e na Baixada Fluminense

Por O Dia

Elias Maluco matava sua vítimas com requintes de crueldade
Elias Maluco matava sua vítimas com requintes de crueldade -
Rio - Policiais da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) prenderam três suspeitos de integrar a milícia Liga da Justiça, que é chefiada por Wellington da Silva Braga, o Ecko. De acordo com a especializada, Renan Toledo do Nascimento, Vinicius Alegre de Souza, conhecido como Guerra, e Claudio Vinicius Santos Silva, o Fedeirinha, eram considerados foragidos da Justiça.
Ainda segundo os agentes, foram cumpridos 23 mandados de busca domiciliar e sete mandados de prisão - quatro já estavam presos. A ação aconteceu nos bairros de Campo Grande, Santa Cruz, Paciência e Sepetiba, na Zona Oeste do Rio. Além de Nova Iguaçu e São João De Meriti, na Baixada Fluminense. 

Os agentes apreenderam também munições de fuzil, fardas, rádios transmissores, coletes táticos, documentos e aparelhos celulares.  
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários