Vídeo mostra sequestrador sendo atingido por atirador de elite na Ponte Rio-Niterói

Homem estava com arma de brinquedo e morreu no Hospital Souza Aguiar; passageiros saíram ilesos

Por RAI AQUINO , THUANY DOSSARES e ANA MELLO*

Sequestrador foi atingido quando retornava ao ônibus
Sequestrador foi atingido quando retornava ao ônibus -
Rio - O sequestro ao ônibus da viação Galo Branco chegou ao fim por volta das 9h desta terça-feira. O sequestrador, identificado como Willian Augusto da Silva, foi atingido por atiradores de elite da PM que estavam em cima de um caminhão do Corpo de Bombeiros. O homem foi baleado em um momento em que deixou o veículo da linha 2520 (Alcântara x Estácio). Foram feitos pelo menos sete disparos. Nenhuma vítima ficou ferida.
De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, o sequestrador chegou em parada cardiorrespiratória ao Hospital Souza Aguiar, onde "foi constatado o óbito pela equipe médica do hospital". 
O DIA captou o momento em que os tiros foram disparados contra o criminoso. Os disparos foram feitos durante uma entrevista da reportagem, que estava no local; ouça!
Imagens da Record TV mostram o momento em que o sequestrador foi atingido pelos disparos, do lado de fora do ônibus. Ele estava com uma balaclava e com uma das mãos no bolso, jogou um casaco em direção aos policiais, quando foi baleado e caiu em direção à escada do veículo.
Por volta das 10h, agentes da Delegacia de Homicídios da Capital (DHC) chegaram ao local para fazer a perícia.
ARMA DE BRINQUEDO
O sequestrador manteve 39 pessoas reféns com um arma de brinquedo, uma faca, uma arma de choque, além de gasolina desde por volta das 5h30. Policiais contaram que a única exigência que Willian fez foi ter uma ambulância por perto.
Durante o crime, o ônibus da Galo Branco ficou parado na altura do Vão Central da Ponte. Dos 39 reféns, seis foram liberadas ao longo das negociações, que foram feitas por agentes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope).
Em um dos momentos do sequestro, o homem deixou o veículo e jogou uma espécie de coquetel molotov em direção aos agentes, mas não acertou ninguém.
A ação do bandido fez com que os dois sentidos da Ponte ficassem interditados, provocando longos engarrafamentos tanto em direção ao Rio, quando para Niterói. As pistas sentido Niterói começaram a ser liberadas por volta das 10h30. No sentido contrário, as faixas foram abertas cerca de 15 minutos depois.
Homem caiu assim que foi baleado - Ricardo Cassiano / Agência O Dia
WITZEL COMEMORA
Durante o sequestro, o governador Wilson Witzel (PSC) se manifestou no Twitter sobre o caso.
"Estou acompanhando desde cedo, com atenção, o sequestro do ônibus na ponte Rio Niterói. Estou em contato direto com o comando da Polícia Militar, que trabalha para encerrar o caso da melhor maneira possível. A prioridade absoluta é a proteção dos reféns", Witzel publicou.
O governador chegou ao local do sequestro de helicóptero pouco antes das 10h. Ele desceu da aeronave comemorando bastante, vibrando com as duas mãos; assista ao momento!
* Estagiária sob a supervisão de Rai Aquino
Sequestrador foi atingido quando deixou o ônibus - Ricardo Cassiano / Agência O Dia

Galeria de Fotos

Sequestrador foi atingido quando retornava ao ônibus Ricardo Cassiano / Agência O Dia
Homem caiu assim que foi baleado Ricardo Cassiano / Agência O Dia
Sequestrador foi atingido quando deixou o ônibus Ricardo Cassiano / Agência O Dia
Momento em que um dos reféns é liberado Ricardo Cassiano / Agência O Dia
Arma de brinquedo apreendida com sequestrador Divulgação
Livro apreendido com sequestrador Divulgação
Lacre apreendido com sequestrador Divulgação
Taser apreendido com sequestrador Divulgação

Comentários