Homem baleado é resgatado após passar 12 dias em poço na Baixada

Jovem foi deixado no local por traficantes do Jardim Delamare, em Japeri

Por RAI AQUINO

Wellington Santos de Souza foi baleado e jogado no local
Wellington Santos de Souza foi baleado e jogado no local -
Rio - Um homem baleado no glúteo foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros de Queimados, na noite desta segunda-feira, depois de passar 12 dias dentro de um poço, em uma área de mata de Japeri, na Baixada Fluminense. O DIA apurou que W.S.S, de 26 anos, foi deixado no local, que fica na Rua Api, no Jardim Delamare, por traficantes da região.
O homem é suspeito de fazer parte do tráfico local e teria sido jogado no poço como forma de castigo decretado pelos comparsas. No local, havia também vários corpos de outros desafetos da quadrilha.
A área é dominada por traficantes da facção Comado Vermelho e é de difícil acesso. Em alguns casos, o bando que age na região envenenam os seus rivais antes de jogá-los no poço para morrerem de forma cruel.
O poço fica na Rua Api, no Jardim Delamare - Reprodução
Durante o resgate de ontem, um olheiro do tráfico viu o trabalho dos bombeiros e à quadrilha. Os agentes tiveram que deixar o local rapidamente.
Wellington seguiu para o Hospital Geral de Nova Iguaçu (Posse). De acordo com a Prefeitura de Nova Iguaçu, o ferimento que a bala provocou no glúteo dele estava infeccionado. Ele fez exame de raio-x, foi medicado e está internado com o quadro de saúde estável.
Procurada pelo DIA, a Polícia Civil disse que o caso foi registrado na 58ª DP (Posse) como lesão corporal provocada por projétil de arma de fogo. "As investigações vão ficar a cargo da 63ª DP (Japeri), responsável pela área onde ocorreu o fato", a secretaria disse, em nota.

Galeria de Fotos

Wellington Santos de Souza foi baleado e jogado no local Reprodução
O poço fica na Rua Api, no Jardim Delamare Reprodução

Comentários