Inspetor penitenciário é preso tentando entrar com drogas em presídio de São Gonçalo

Prisão aconteceu durante operação "Iscariotes". O caso foi registrado na 74° DP (Alcântara)

Por O Dia

Inspetor responderá por um Processo Administrativo Disciplinar (PAD)
Inspetor responderá por um Processo Administrativo Disciplinar (PAD) -
Rio - A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), prendeu, nesta sexta-feira, um inspetor penitenciário tentando entrar com drogas no Presídio ISAP Tiago Teles de Castro Domingues, em São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio. O caso foi registrado na 74° DP (Alcântara).
De acordo com a Seap, após revista, dois pacotes de maconha foram encontrados colados ao corpo do servidor. Um roteador também foi encontrado no armário dele. O inspetor responderá por um Processo Administrativo Disciplinar (PAD).
Operação nos presídios
A Operação "Iscariotes" flagrou 13 inspetores penitenciários tentando entrar com objetos ilícitos nas cadeias. Os casos estão sendo apurados pela Corregedoria e podem ter pena máxima de demissão. A secretaria tenta combater qualquer tipo de irregularidade dentro das unidades prisionais, com destaque para três operações que foram iniciadas neste ano: "Asfixia", "Iscariotes" e "Bloqueio".
A Operação "Asfixia", realizada pelos próprios inspetores penitenciários, já apreendeu em todo o estado, de janeiro a agosto deste ano, 7.762 celulares. No mesmo período do ano passado, apenas 5.076 aparelhos foram encontrados.
A Operação "Bloqueio" já prendeu 58 pessoas tentando entrar com drogas e celulares em cadeias. Nesta ação, já foram presas pessoas tentando arremessar drogas e celulares para dentro das unidades; mulher forjando gravidez para não passar no Scanner; entre outros casos.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários