Bruxas do dia a dia carioca assustam mais que Halloween

Comemorada mundialmente hoje, a data, véspera da festa cristã do Dia de Todos os Santos, movimenta também o comércio popular da Saara

Por Luana Dandara

Andrea prepara festa de Halloween e foi comprar decoração na Saara
Andrea prepara festa de Halloween e foi comprar decoração na Saara -

Rio - Nem o Dia das Bruxas é capaz de assustar os cariocas. Comemorada mundialmente hoje, a data, véspera da festa cristã do Dia de Todos os Santos, movimenta também o comércio popular da Saara. E os lojistas e fregueses do maior shopping a céu aberto da cidade atestam: há fantasmas muito mais assustadores do que a magia do Halloween.

Para Michele Siciliano, de 33 anos, gerente de uma loja na Rua Buenos Aires, o que assombra é a crise econômica. "Está uma queda sucessiva de vendas. Normalmente, tínhamos um aumento de 10% no Dia das Bruxas, mas este ano não vendeu praticamente nada", reclamou a gerente.

"Como dizem, ser carioca não é para amadores. O que é medo de bruxa diante dos nossos governantes? Isso sim é assustador", criticou a dona de casa Andrea Santos, de 40 anos. Ela foi à região da Saara para preparar uma festa de Halloween para os filhos no domingo.

Os amigos Isabela Finatti, de 23 anos, e Romilson Mota, de 24, preparam uma celebração de Dia das Bruxas na próxima quinta-feira e foram comprar itens temáticos na Saara. "O fantasma do carioca é a segurança. Já fui assaltado sete vezes", reclamou Romilson. "Tem também o trem Japeri lotado. Assustador", acrescentou Isabela.

 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários