Após morte de soldado que parou carro com pneu furado, PM faz operação na Vila Kennedy

Muitos tiros foram registrados na Vila Kennedy, entre 6h45 e 7h desta quarta-feira, de acordo com o aplicativo Onde Tem Tiroteio (OTT-RJ). Horas após a morte do PM, uma operação foi realizada na Vila Kennedy e um suspeito acabou baleado

Por O Dia

PM Raphael Henrique Santos da Silva tinha 31 anos e morreu após pneu furar em frente à Vila Kennedy
PM Raphael Henrique Santos da Silva tinha 31 anos e morreu após pneu furar em frente à Vila Kennedy -
Rio - Após a morte do soldado Raphael Henrique Santos da Silva, de 31 anos, baleado quando ia para o 19º BPM (Copacabana) e o pneu de seu veículo furou, em um dos acessos à Vila Kennedy, a Polícia Militar realiza uma operação na comunidade de Bangu, na Zona Oeste, na manhã desta quarta-feira. 
Muitos tiros foram registrados na Vila Kennedy, entre 6h45 e 7h, de acordo com o aplicativo Onde Tem Tiroteio (OTT-RJ). Os disparos foram ouvidos na localidade conhecida como Progresso. Ainda não há informações sobre feridos, presos ou apreensões. 
Depois da morte do policial, policiais do 14º BPM (Bangu) fizeram uma operação na Vila Kennedy, sendo recebida a tiros. Até o momento, os militares prenderam cinco criminosos e apreenderam três simulacros de fuzil e drogas a serem contabilizadas. A ação na região continua.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários