Witzel pretende expandir Segurança Presente para rodovias

Uma das rodovias que governador quer que o programa patrulhe é o Arco Metropolitano

Por Thuany Dossares

Wilson Witzel inaugura Segurança Presente em Duque de Caxias
Wilson Witzel inaugura Segurança Presente em Duque de Caxias -
Rio - O governador Wilson Witzel declarou, durante o lançamento do Segurança Presente de Duque de Caxias, que, em 2020, pretende expandir o programa Operação Segurança Presente nas rodovias que cortam o Rio de Janeiro.

"Acho importante fazer o Segurança Presente nas estradas. Já pedi ao comandante Figueredo (secretário da PM) que estabelecesse o programa junto com Cleiton Rodrigues, para que a gente possa reduzir a zero o roubo de cargas. As empresas estão perdendo algo em torno de R$ 5 bilhões de reais em razão dos roubos de carga. Então nós precisamos patrulhar as nossas estradas. O programa vai ser lançado 'Segurança Presente nas Estradas'. A partir do ano que vem vamos estar colocando viaturas nas estradas para reduzir o roubo de carga", afirmou.

Uma das rodovias que Witzel quer que o programa patrulhe é o Arco Metropolitano. No entanto, para que isso aconteça, o governador pede que as obras da estrada, que irá ligar Itaguaí a Itaboraí, sejam concluídas.

"Peço que o Ministro Tarcisio termine o Arco Metropolitano. Não vamos deixar que esse tipo de desavença, que não é da minha parte, é desavença do presidente (Bolsonaro) comigo, atrapalhe concluir o Arco Metropolitano. Não deixe para depois as obras que foram prometidas para o Rio de Janeiro, porque eu vou continuar trabalhando e apoiando o governo federal, naquilo que nós concordarmos", pediu.

Mesmo pedindo a conclusão das obras por parte do governo federal, Wilson Witzel afirmou que se preferirem, ele pode finalizar o projeto.

"Pedi ao governo federal que termine o Arco Metropolitano. As pessoas acham que as obras são do estado, mas não são, são do governo federal. Agora, se quiser, a gente dá um jeito. Com a ajuda de outras prefeituras que quiserem ajudar. A gente termina o Arco Metropolitano, bota dinheiro e acaba o Arco. Passa para gente. Vamos terminar o Arco Metropolitano", finalizou.

Witzel disse ainda que ano que vem abrirá novo concurso pra PM. O governador estuda a aprovação de dois ou três mil agentes. Os egressos terão pontuação extra no próximo concurso, que vai contar como título.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários