Defensoria negocia com Supervia compensação por redução de frota

Concessionária retirou 40 trens de circulação no dia 18 deste mês, o que vem causando transtorno aos passageiros

Por O Dia

Os usuários têm reclamado da demora e da superlotação nos trens
Os usuários têm reclamado da demora e da superlotação nos trens -
Rio - O defensor público-geral, Rodrigo Pacheco, e a coordenadora do Núcleo de Defesa do Consumidor (Nudecon) da Defensoria do Rio, Patrícia Cardoso, se reúnem nesta segunda-feira (25), às 17h, com o secretário estadual de Transportes, Delmo Pinho, e representantes da SuperVia para negociar medidas que compensem os passageiros pelos transtornos decorrentes da redução de frota.

No último dia 18, a Defensoria encaminhou ofício à SuperVia solicitando esclarecimentos sobre a retirada de circulação de 40 trens, o equivalente a 20% da frota ferroviária. Na ocasião, a coordenadora do Nudecon destacou que os prejuízos causados aos usuários do serviço deveriam implicar algum tipo de ressarcimento por parte da empresa, que também tem a obrigação de manter os passageiros informados sobre o funcionamento das operações.

O ofício é parte de um procedimento de investigação aberto pela Defensoria para averiguar a prestação de serviço durante o período de funcionamento das atividades ferroviárias com a frota reduzida.


Comentários