'Bunitinho do Sextou' morre durante operação do Bope na Ilha do Governador

Outros três empresários dele também foram baleados e morreram na ação, que aconteceu no Morro do Dendê

Por RAI AQUINO e THUANY DOSSARES

O humorista Bunitinho, seus dois empresários e um amigo foram baleados no Morro do Dendê
O humorista Bunitinho, seus dois empresários e um amigo foram baleados no Morro do Dendê -
Rio - Diego de Farias Pinto, conhecido nas redes sociais como Bunitinho do Sextou, foi morto a tiros, no início da madrugada desta quinta-feira, durante uma operação da PM na Ilha do Governador, na Zona Norte do Rio. A ação da Polícia Militar aconteceu no Morro do Dendê e foi feita por agentes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope).
Os outros três mortos são empresários de Bunitinho: Jorge Tadeu Sampaio de Oliveira, 36, Jocelino de Oliveira Júnior, o Juninho, 36, e Sidiney Antunes Figueiredo. Todos, inclusive Bunitinho, foram levados para o Hospital Municipal Evandro Freire, onde chegaram sem vida por volta da 1h.
De acordo com a Polícia Civil, os quatro foram atingidos na Rua Catugi, em Tauá, nas proximidades do Dendê.
A Polícia Militar disse que o Bope foi enviado ao Dendê para verificar uma denúncia sobre a reunião de lideranças do tráfico de drogas local em várias localidades da comunidade. Ao chegarem na região, eles teriam sido atacados pelos criminosos, quando houve confronto.
Ainda segundo a PM, depois dos disparos, três dos baleados foram encontrados em um veículo batido em um poste. O quarto estava em uma moto.
"Um policial do Bope também ficou ferido na ação e foi socorrido ao Hospital Central da Polícia Militar", a corporação complementou, acrescentando que "as circunstâncias da ocorrência serão apuradas em um inquérito policial militar".
As mortes também estão sendo investigadas pela Delegacia de Homicídios da Capital (DHC).
"Foi realizada perícia no local e uma perícia complementar para o veículo já está programada. Equipes da unidade realizam diligências para localizar testemunhas e câmeras de segurança que possam auxiliar nas investigações", a Polícia Civil disse, em nota.

Galeria de Fotos

Nego do Borel e Bunitinho Arquivo Pessoal
'Bunitinho do Sextou' Arquivo Pessoal
'Bunitinho do Sextou' Arquivo Pessoal
'Bunitinho do Sextou' Arquivo Pessoal
'Bunitinho do Sextou' Arquivo Pessoal
'Bunitinho do Sextou' Arquivo Pessoal
'Bunitinho do Sextou' Arquivo Pessoal
'Bunitinho do Sextou' Arquivo Pessoal
'Bunitinho do Sextou' Arquivo Pessoal
'Bunitinho do Sextou' Arquivo Pessoal
'Bunitinho do Sextou' REPRODUÇÃO
Bunitin 'do sextou' Reprodução/Instagram
Bunitin 'do sextou' Reprodução/Instagram
Bunitin 'do sextou' Reprodução/Instagram
Bunitin 'do sextou' Reprodução/Instagram
Bunitin 'do sextou' Reprodução/Instagram
COBRADOR DE VAN
Bunitinho e Tadeu moravam em Santa Margarida, em Campo Grande, na Zona Oeste. Lá, antes de ficar conhecido na Internet, Bunitinho trabalhava como cobrador de van. Foi quando começou a fazer seus vídeos.
"Conheço o Tadeu há mais de 10 anos. Era um amigo que eu considerava da família. Era meu vizinho, super trabalhador, maneiro, tranquilo", conta o fuzileiro naval Julio Cesar dos Santos Silva, 46. "O Bunitinho fazia muitos vídeos nas vans. Foi então que o Tadeu foi levando ele nos eventos, até virar seu empresário".
De acordo com o amigo, Bunitinho cobrava de R$ 1,5 mil a R$ 2 mil por evento.
CONVIDADO PARA EVENTO
Testemunhas contam que Bunitinho estava no Morro do Dendê para um evento, quando houve a operação do Bope. Um vídeo enviado ao WhatsApp O DIA (21-98762-8248) mostra ele chegando na comunidade; confira!
Em outros vídeos que circulam nas redes sociais é possível ver Bunitinho cantando no evento.
'SEXTOU'
Bunitinho era bem conhecido na Internet, tendo quase 600 mil seguidores nas redes sociais. Suas gravações eram feitas em tom de humor, gerando diversos memes. O mais conhecido dele foi "sextou", que iniciava muitas de suas histórias.
O último vídeo postado em seu canal foi uma paródia da Escolinha do Professor Raimundo, que teve a participação de Jojo Todynho. A brincadeira tem quase 20 mil visualizações desde que foi publicada, há pouco mais de um mês; assista!
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários