Witzel se manifesta sobre operação do Bope que teve morte de Bunitinho e mais três

Mortes aconteceram no Morro do Dendê, na Ilha do Governador

Por O Dia

Wilson Witzel
Wilson Witzel -
Rio - O governador Wilson Witzel (PSC) se manifestou, no fim da manhã desta quinta-feira, sobre a operação da PM na Ilha do Governador que terminou com a morte quatro pessoas. Dentre as vítimas, está o homem conhecido como Bunitinho pelas redes sociais. As outras três são empresários dele.
"Bandidos dispararam seus fuzis contra a polícia no Morro do Dendê, uma comunidade ainda tomada por narcoterroristas. Até agora não temos todos os detalhes da operação. Determinei apuração rigorosa pela Delegacia de Homicídios sobre as 4 mortes", Witzel postou, no Twitter.
As mortes de Bunitinho e dos empresários aconteceram no Morro do Dendê. Eles foram baleados durante uma ação do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) na comunidade da Zona Norte do Rio.
A PM disse que enviou agentes à região por causa de denúncias sobre uma reunião de lideranças do tráfico de drogas local em várias localidades do Dendê. Ao chegarem comunidade, os policiais teriam sido atacados pelos criminosos, quando houve confronto.

Galeria de Fotos

Nego do Borel e Bunitinho Arquivo Pessoal
'Bunitinho do Sextou' Arquivo Pessoal
'Bunitinho do Sextou' Arquivo Pessoal
'Bunitinho do Sextou' Arquivo Pessoal
'Bunitinho do Sextou' Arquivo Pessoal
'Bunitinho do Sextou' Arquivo Pessoal
'Bunitinho do Sextou' Arquivo Pessoal
'Bunitinho do Sextou' Arquivo Pessoal
'Bunitinho do Sextou' Arquivo Pessoal
'Bunitinho do Sextou' Arquivo Pessoal
'Bunitinho do Sextou' Arquivo Pessoal
Ainda segundo a Polícia Militar, depois dos disparos, três dos baleados foram encontrados em um veículo batido em um poste. O quarto estava em uma moto.
"Um policial do Bope também ficou ferido na ação e foi socorrido ao Hospital Central da Polícia Militar", a corporação complementou, acrescentando que "as circunstâncias da ocorrência serão apuradas em um inquérito policial militar".
Já a Polícia Civil disse que "diligências estão sendo feitas e a investigação está em andamento".
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários