Comlurb recolhe mais de 48 toneladas de lixo após Bloco da Favorita

A operação especial contou com 242 garis e 38 agentes de limpeza urbana divididos em turnos, desde as 8h até meia-noite. Festa de abertura oficial do carnaval terminou com confusão generalizada em Copacabana

Por O Dia

Comlurb recolheu mais de 48 toneladas de lixo no Bloco da Favorita, em Copacabana
Comlurb recolheu mais de 48 toneladas de lixo no Bloco da Favorita, em Copacabana -
Rio - Após o fim do Bloco da Favorita, equipes da Comlurb recolheram 48,7 toneladas de lixo da Praia de Copacabana, na Zona Sul do Rio. No local também foi realizada a eleição de Rei Momo, rainhas e princesas do Carnaval 2020 do Rio
A operação especial contou com 242 garis e 38 agentes de limpeza urbana divididos em turnos, desde as 8h até meia-noite. Os serviços incluíram: varrição, esvaziamento de contêineres e papeleiras, e remoção de resíduos gerados pelos foliões.
A pré-limpeza ocorreu desde as 8h, na Avenida Atlântica, nas vias de acesso ao palco e na entrada das estações Cardeal Arcoverde, Siqueira Campos e Cantagalo do metrô. A operação especial foi concluída durante e após o evento, em diversos pontos, incluindo ruas transversais, do Posto Seis à Avenida Princesa Isabel, a Nossa Senhora de Copacabana e Barata Ribeiro, e toda a área em frente ao palco.

Os garis trabalharam em toda a orla, do Posto Seis à Avenida Princesa Isabel, no calçadão, ciclovia, pista ao lado da ciclovia, canteiro central, e pista e calçada dos prédios. Foram disponibilizados 120 contêineres de 240 litros nos acessos ao evento, além dos 300 que foram colocados na faixa de areia pelo programa Praia Limpa, e a Companhia trabalhou com 32 veículos, entre compactadores, basculantes, pás carregadeiras e uma van lava jato para a lavagem das vias ao fim do evento, com água de reuso.
Confusão após o fim do bloco
O Bloco da Favorita terminou com confusão e bombas de gás lacrimogêneo na noite deste domingo. Vídeos mostram a correria na abertura oficial do Carnaval de rua carioca. Segundo estimativa da Riotur, a festa reuniu 300 mil pessoas.
Nas redes sociais, os foliões relataram que houve brigas, além de arrastões após a apresentação do bloco. Houve tumulto e os guardas municipais jogaram bombas de gás lacrimogêneo para dispersar a multidão. Até o momento, não há informações sobre feridos.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários