Vírus já infectou mais de 100 mil pessoas

Além da China, os países mais afetados são Coreia do Sul, Irã, Itália e Alemanha. Mortos chegam a 3,4 mil

Por

Equipes resgatam vítimas em hotel com pessoas em quarentena
Equipes resgatam vítimas em hotel com pessoas em quarentena -

O número global de notificações de infecção pelo coronavírus é de 102.469 em 92 países, de acordo com o monitoramento da universidade norte-americana Johns Hopkins.

De acordo com a Agência Brasil, um balanço da France Press aponta 3.491 mortes em decorrência da infecção.

Com base no número mundial de infectados, a taxa de letalidade é de 3,4%, sendo que até o momento a maioria já recuperou.

O balanço da AFP mostra que a China, à exceção dos territórios de Hong Kong e Macau, conta com 80.651 casos, dos quais 3.070 morreram. A maior parte dos casos chineses, cerca de 67 mil, está concentrada na província de Hubei.

A agência de nótícias diz que entre o final da tarde de sexta-feira e a manhã de hoje, surgiram 99 novas contaminações e 28 mortos na China. No resto do mundo, registaram-se 1.047 novos casos desde as 17h de sexta-feira.

Depois da China, os países mais afetados são a Coreia do Sul (6.767 casos, dos quais 483 são novos), Irã (4.747 casos, com 124 mortes), Itália (4.636 casos, 197 mortes) e Alemanha (684 casos, sem registo de casos mortais).

A Itália, onde as pacientes brasileiras com teste positivo foram infectadas, é o país que tem relatado o maior número de mortes por dia no mundo. O governo ordenou, nesta semana, o fechamento de escolas, universidades, cinemas e teatros para tentar diminuir o número de novas infecções. Mais de 30 países europeus agora têm casos; 10 deles têm pelo menos 100 cada.

AMÉRICA LATINA e EUA

Na América Latina, sete países já têm registros da doença: Brasil, Argentina, México, Chile, Equador, República Dominicana e Peru. Nos Estados Unidos, onde há mais de 300 casos confirmados, duas mortes por coronavírus foram registradas na Flórida, ontem, como os primeiros casos fatais pela infecção na Costa leste dos Estados Unidos. O número de mortos em território americano subiu para 17.

RÚSSIA

Reportagem do 'The New York Times' informa que a Rússia realizou uma das campanhas mais bem-sucedidas do mundo para impedir a disseminação do coronavírus, relatando apenas 10 casos em um vasto país com 11 fusos horários e uma fronteira com a China de mais de 4 mil quilômetros de extensão.

Comentários