Coronavírus chega à cidade do Rio

Teste de moradora da Zona Sul, que esteve na Itália, deu positivo. É o segundo caso no estado

Por

Autoridades de Saúde consideram a situação do sarampo mais preocupante que a do coronavírus. Em 2020 já são 196 casos confirmados
Autoridades de Saúde consideram a situação do sarampo mais preocupante que a do coronavírus. Em 2020 já são 196 casos confirmados -

O segundo caso do novo coronavírus (Covid-19) foi confirmado no Estado do Rio, em nota, pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), na madrugada de ontem. A paciente, de 52 anos, é moradora da Zona Sul do Rio e apresentava os sintomas da doença ao retornar de viagem à Itália, na última quarta-feira.

A mulher deu entrada em um hospital particular com febre, tosse, congestão nasal e conjuntivite. Ela viajou acompanhada de outras três pessoas, que estão sendo monitoradas pela SES em parceria com a Vigilância Municipal. A paciente, que reside sozinha, está em isolamento domiciliar.

É a segunda pessoa do estado que volta doente da Itália: a paciente número 1, que vive em Barra Mansa, também foi exposta ao vírus dessa forma.

"É importante destacar que continuamos sem transmissão ativa do vírus no Rio de Janeiro. Permanecemos no Nível Zero do nosso plano de contingência", reforçou o secretário de Estado de Saúde, Edmar Santos.

Ainda segundo a secretaria, a primeira amostra para testagem foi coletada no mesmo dia em que ela deu entrada na unidade particular. O resultado deu negativo para painel viral geral e detectável para coronavírus e o caso foi notificado aos CIEVSs municipais e estaduais. Na sexta-feira, o material foi encaminhado ao Laboratório Central Noel Nutels (Lacen-RJ) e Fiocruz, que confirmaram o laudo positivo para o novo coronavírus.

Até o fechamento desta edição, havia outros 111 casos suspeitos monitorados pela SES no estado do Rio.

Chegou a 19 o número de casos confirmados de coronavírus no Brasil ontem pelo Ministério da Saúde. Além do segundo caso no Rio de Janeiro, três novos foram confirmados em São Paulo. Assim, o estado de São Paulo está com 13 casos e Rio de Janeiro com dois. Já Espírito Santo e Distrito Federal têm um caso confirmado cada um. A Bahia tem dois.

PACIENTE GRAVE NO DF

A paciente de 52 anos que testou positivo para coronavírus no DF na última quinta-feira está em estado grave e respira com ajuda de aparelhos. A informação foi confirmada pela Secretaria de Saúde do DF (SES-DF) em boletim divulgado no início da tarde de ontem.

Segundo a pasta, a paciente apresenta "síndrome respiratória aguda severa, em função de doença crônica preexistente". Ela está isolada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional da Asa Norte (Hran), unidade de referência para casos suspeitos do vírus na capital.

O resultado da contraprova que confirmou a infecção pela Covid-19 foi divulgado ontem à noite. De acordo com a SES-DF, o exame foi feito pelo Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo. O material havia sido enviado à instituição anteontem.

O Ministério da Saúde informou que há 674 casos classificados como suspeitos no país. O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira, em um pronunciamento na TV: "O momento é de união. Ainda que o problema possa se agravar, não há motivo para pânico".

Comentários