Suspeito é liberado após comprovar não ter participação em sequestro de menina em Caxias

Segundo a Polícia Civil, o detido informou os locais onde esteve nas 17 horas em que a menina seguia desaparecida. Os agentes da 60ª DP fizeram diligências e confirmaram que a versão apresentada pelo homem era verdadeira

Por O Dia

Praça do Galo, em Caxias, onde menina foi levada por desconhecido
Praça do Galo, em Caxias, onde menina foi levada por desconhecido -
Rio - Um suspeito foi conduzido para a 60ª DP (Campos Elíseos) para prestar esclarecimentos sobre o sequestro de M.E.S.A., de 9 anos, que foi levada enquanto brincava na Praça do Galo, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, no último domingo. Entretanto, após depoimento, ele foi liberado pela polícia.
Segundo a Polícia Civil, o detido informou os locais onde esteve nas 17 horas em que a menina seguia desaparecida. Os agentes da 60ª DP fizeram diligências e confirmaram que a versão apresentada pelo homem era verdadeira.
'Não há indícios de penetração', diz polícia 
Em nota, a Polícia Civil disse que o laudo do exame de corpo delito realizado não constatou indícios de penetração na menina. "Entretanto, a investigação não descarta a existência de violência sexual, que pode ser caracterizada por outros atos", diz o texto.
O caso tem sido investigado sob sigilo, no intuito de preservar a criança. Ela foi levada por um desconhecido enquanto brincava na Praça do Galo, em Duque de Caxias, e ficou desaparecida por 17 horas. Segundo testemunhas, o homem se identificou como pai da menina.
M.E.S.A. foi encontrada andando sozinha na Rodovia Washington Luiz, na altura da Refinaria Duque de Caxias (Reduc), após populares que passavam no local acionarem a polícia. 

Comentários