MP COBRA FECHAMENTO DE IGREJAS EM SP

Por

Após as declarações do líder da Igreja Universal, Edir Macedo, e do pastor da Assembleia de Deus, Silas Malafaia (foto), de que não vão suspender cultos nas igrejas, o Ministério Público de São Paulo pediu à Justiça que obrigue as gestões Bruno Covas (PSDB) e João Doria (PSDB), a tomarem medidas contra a realização de cultos religiosos em meio à pandemia.

Comentários