Decreto de Bolsonaro barra medidas de restrição de governadores

Por

Presidente Jair Bolsonaro
Presidente Jair Bolsonaro -

Em mais um round entre o governo Bolsonaro e governadores de estado, em especial os do Rio de Janeiro e de São Paulo, quem sai perdendo é a população. Por meio de um decreto e de uma medida provisória, Bolsonaro editou uma série de medidas sobre locomoção por meio de rodovias, portos, aeroportos e transportes estaduais e intermunicipais. Ou seja, decisões sobre locomoção em meio à crise do coronavírus só podem ocorrer agora com respaldo da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Na quinta-feira, o governador Wilson Witzel baixou um decreto determinando a suspensão de viagens aéreas, terrestres e aquaviárias de origem de locais com circulação confirmada do coronavírus ou situação de emergência decretada. A reação de Bolsonaro ao tomar conhecimento da medida foi criticar Witzel dizendo que "parece que o Rio de Janeiro parace outro país". Tanto a medida provisória como o decreto têm força de lei e passam a vigorar imediatamente.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O DiaFaça uma contribuição

Galeria de Fotos

Assim como o Pacaembu, em São Paulo, e o Getúlio Vargas, em Fortaleza, Maracanã deverá abrigar doentes Reginaldo Pimenta
São Paulo, 05/03/2020 - AGÊNCIA DE NOTÍCIAS/PARCEIRO - O Governador João Doria concede entrevista coletiva ao lado dos presidentes estaduais do PSDB-RJ, Paulo Marinho, e do PSDB-SP, Marco Vinholi, do ex-ministro Gustavo Bebianno, da jornalista Mariana Ribas, do diretor estadual do PSDB-SP, Wilson Poit, do diretor superintendente do Sebrae-SP, Sérgio Sá Leitão, do secretário da cultura do Estado de São Paulo, realizado na sede do partido na rua Estados Unidos, 662, Jd. Paulista, na tarde desta quinta-feira (05). Foto: Leco Viana/Parceiro/Agência O Dia Leco Viana/Parceiro/Agência O Dia
Presidente Jair Bolsonaro Isac Nóbrega/PR
Trump: medidas vão destruir a economia AFP

Comentários