Água e sabão nas ruas e favelas

Por

O prefeito Crivella também anunciou outra medida para reduzir o risco de contaminação nas comunidades cariocas: a instalação de lavatórios nos acessos às favelas. Segundo o presidente da Companhia de Limpeza Urbana (Comlurb), Paulo Mangueira, o sistema contará com água e sabão para a higienização das mãos de moradores que muitas vezes não têm acesso a outras medidas de prevenção.

Nas ruas, a estratégia adotada pela empresa será a lavagem com detergente de vias, calçadas, pontos de ônibus e estações de BRT e metrô, em bairros da Zona Sul e na Barra da Tijuca - áreas com maior número de casos do novo coronavírus na cidade.

"A Comlurb montou uma programação para início amanhã com 20 caminhões-pipa, dez caminhões com bombas e 30 pulverizadores. A ideia é mitigar os pontos de contato de quem estiver na rua com o vírus e reduzir o risco de contaminação", garante Mangueira.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários

Últimas de Rio de Janeiro