Campanha vacina caminhoneiros contra a gripe na Ceasa

Parceria entre a Secretaria Municipal de Saúde e Detran pretende aumentar imunização da classe. Rio já tem mais 1,27 milhão de pessoas vacinadas

Por Rachel Siston*

Rio de Janeiro - RJ  - 05/05/2020 - COVID 19 - Coronavirus no Rio -  Vacinaçao de caminhoneiros contra H1N1 influenza, no CEASA, Iraja, zona norte do Rio - Foto Reginaldo Pimenta / Agencia O Dia
Rio de Janeiro - RJ - 05/05/2020 - COVID 19 - Coronavirus no Rio - Vacinaçao de caminhoneiros contra H1N1 influenza, no CEASA, Iraja, zona norte do Rio - Foto Reginaldo Pimenta / Agencia O Dia -

Caminhoneiros que ainda não se vacinaram contra a gripe, podem procurar o posto do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) da Central de Abastecimento (Ceasa), de Irajá, na Zona Norte do Rio, até as 13h de hoje. Desde ontem, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), em parceria com o Detran, realiza a vacinação da classe. A aplicação das doses começa às 8h.

Segundo a SMS, a ação é uma estratégia para aumentar a imunização entre os caminhoneiros que acabam não se vacinando por conta da grande circulação e dificuldade de estacionamento. "Foi muito bom ter essa ação na Ceasa, porque eu ainda não tinha conseguido ir ao posto, por conta do trabalho. Estava preocupado em não ter me vacinado, mas agora estou mais tranquilo", afirmou o motorista Sanglemon Trigueiro, de 44 anos.

O caminhoneiro Edson Ferreira, 48, comemorou a iniciativa, já que para ele foi o único jeito de conseguir se vacinar: "Aproveitei para tomar a vacina, porque a gente quase nunca tem tempo, e quando tem, a fila nos postos de saúde fica muito grande e a gente acaba desistindo. Fiquei feliz com essa campanha."

Desde o início da vacinação contra a gripe, no dia 23 de março, mais de 1,27 milhão de pessoas já foram imunizadas na capital fluminense. As doses estão disponíveis nas 233 Clínicas da Família e centros municipais de saúde da cidade, entre 8h e 17h. "Achei muito boa a campanha de vacinar os caminhoneiros, porque faltam muitas campanhas para a nossa classe, principalmente na Ceasa. Nós não temos tempo para ir ao posto de saúde, então foi muito bom para a gente", disse o transportador autônomo Paulo Victor Zannino, de 27 anos.

O posto de Detran na Ceasa fica na Avenida Brasil 19.001. A segunda fase da vacinação contempla, até o dia 22, profissionais das forças de segurança e salvamento, portadores de doenças crônicas não transmissíveis, funcionários do sistema prisional, jovens de 12 a 21 anos sob medida socioeducativa, internos do sistema prisional, caminhoneiros e motoristas de transporte coletivo e portuários.

* Estagiária sob supervisão de Waleska Borges 

Comentários